Página inicial Sem categoria Malta paga até 200 euros por turista que visitar o país no verão europeu

Malta paga até 200 euros por turista que visitar o país no verão europeu

por Escolha Viajar

Foto: Antheah/Pixabay

Uma das ilhas mais belas e atraentes da Europa, Malta vai pagar até 200 euros (equivalente a R$ 1.362) a cada turista que se hospedar por pelo menos três noites -e fizer a reserva diretamente- em um hotel de três, quatro ou cinco estrelas a partir de 1º de junho.

Cada pessoa que se hospedar em um hotel de cinco estrelas para curtir a temporada do verão europeu vai receber uma quantia de 100 euros (R$ 681) do governo local, segundo anúncio do ministro do Turismo, Clayton Bartolo. Esse valor será replicado também pelo hotel, o que dobrará o “mimo” para 200 euros.

Para quem se hospedar em um hotel quatro estrelas, o valor será de 75 euros (R$ 510) por pessoa, sendo também replicado pelo hotel. Cada turista que ficar em um hotel três estrelas receberá 50 euros (R$ 340), tendo também seu valor dobrado pelo hotel. Os visitantes que esticarem suas reservas até a ilha de Gozo ganharão um acréscimo de 10% no presente.

⇒ SEGURO VIAGEM: saiba por que é importante e como contratar ⇐

⇒ VACINA CONTRA FEBRE AMARELA? Veja quais países exigem ⇐

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Esta iniciativa faz parte de um plano para a retomada da indústria de turismo no país, que sofreu um grande abalo desde o início da pandemia do novo coronavírus. O setor é responsável por quase 30% da economia da ilha.

Malta separou um orçamento de 3,5 milhões de euros (R$ 23,8 milhões) na tentativa de atrair 35 mil turistas para o verão europeu. O país recebeu cerca de 2,5 milhões de visitantes estrangeiros em 2019. Porém, desde o início da pandemia do novo coronavírus, esse número caiu 80%, segundo informação publicada pela agência Reuters.

No momento, Malta tem restrições para visitantes por causa da disseminação da Covid-19. Quem quiser entrar na ilha terá de apresentar um resultado negativo para teste de Covid-19 realizado com no máximo 72 horas de antecedência. Os turistas que não apresentarem o teste terão de fazer assim que chegarem à ilha, além de passarem um período em quarentena.

Também existe a possibilidade de Malta aderir ao sistema do passaporte de vacinação da Europa. Nesse caso, o país passaria a receber a partir de 1º de junho os visitantes britânicos vacinados com as doses necessárias e indicadas por cada imunizante. O plano de Malta para a retomada do turismo no próximo verão europeu está descrito aqui.

Conheça as praias urbanas mais bonitas do mundo:

 

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais