Página inicial Planeje sua viagemVistos e burocracias Vai alugar carro na viagem? Saiba como fazer a carteira de motorista internacional

Vai alugar carro na viagem? Saiba como fazer a carteira de motorista internacional

por Escolha Viajar

Se você vai viajar para outro país e pretende alugar um carro, pode precisar de uma Permissão Internacional para Dirigir (PID), a carteira de motorista internacional. Teoricamente, todos os 135 países signatários da Convenção de Viena, que padronizou a permissão, só permitem que estrangeiros dirijam carros em suas estradas mediante a apresentação da PID. Na prática, isso depende muito do país e de quem está alugando o veículo.

⇒ PRECISA DE VISTO PARA VIAJAR? Veja as exigências de 57 países
⇒ ECONOMIZAR DINHEIRO PARA VIAJAR: 10 dicas fundamentais

Ninguém nos pediu documentos para dirigir um Jeep 1991 pelas estradas da ilha caribenha de Aruba, mas em uma blitz de trânsito na chilena Ilha de Páscoa, sim. Em Bali, na Indonésia, nenhuma locadora exigiu a PID, mas qualquer empresa internacional – como Hertz, Europcar, Localiza e Avis – vai solicitar a permissão. Além disso, a carteira é escrita em oito idiomas – alemão, árabe, chinês, espanhol, francês, inglês, português e russo – e pode ser de grande ajuda nas estradas estrangeiras. Na dúvida, faça a sua e evite dores de cabeça.

A PID tem a mesma validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e só pode ser pedida se a mesma estiver em situação regular junto ao Departamento Estadual de Trânsito. O Detran é o órgão que emite a permissão e, portanto, o procedimento muda em cada unidade da federação. Em São Paulo e Minas Gerais, tudo pode ser feito online, sendo que o documento chega na sua casa pelos Correios. Já no Rio, é possível fazer o pagamento via internet e também agendar o atendimento em uma unidade do Detran.

No Rio Grande do Sul, tudo é feito presencialmente em qualquer Centro de Formação de Condutores (CFC). O tempo de expedição da carteira internacional também varia de estado para estado, mas costuma de ser de poucos dias úteis. A maior oscilação fica por conta do custo da PID: R$ 54,04 no RS, R$ 126,97 no RJ, R$ 147,53 em MG e R$ 259,05 em SP. Confira abaixo como tirar sua carteira de motorista internacional nesses quatro estados do Brasil:

SEGURO SAÚDE com 5% de desconto
O Seguro Saúde é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e recomendado em viagens para o exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Como tirar carteira de motorista internacional no Rio Grande do Sul

Motoristas com habilitação emitida pelo estado do Rio Grande do Sul só podem fazer o pedido de emissão da PID de forma presencial. Mas o processo é muito simples. Basta comparecer a qualquer Centro de Formação de Condutores (CFC) levando em mãos original e cópia simples do documento de identidade e do comprovante de residência. Além disso, é preciso pagar a taxa de emissão de R$ 54,04. E pronto, em cinco dias úteis você poderá retirar a sua permissão para dirigir em outros países no mesmo local onde fez a solicitação. Mais informações sobre a carteira de motorista internacional podem ser acessadas no site do Detran-RS.

Como tirar carteira de motorista internacional em São Paulo

Motoristas com habilitação emitida pelo estado de São Paulo podem fazer todo o procedimento para a emissão da carteira de motorista internacional via web. O primeiro passo é realizar seu cadastro no site do Detran-SP. Em seguida, acesse a página da PID e clique em ‘Faça pela internet’. Basta então preencher uma tela única com o número da sua habilitação aqui no Brasil, o endereço de sua residência, CEP e confirmar e confirmar os dados.

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!

Fazendo a solicitação pela internet, você automaticamente está optando por receber a carteira pelos Correios e precisará pagar a taxa de envio de R$ 11. Além disso, a emissão da PID custa R$ 259,05. O boleto com os dois valores pode ser pago presencialmente ou via web em um dos bancos cadastrado pelo Detran-SP – Banco do Brasil, Bradesco e Santander. Pronto, basta esperar sete dias úteis para receber sua PID pelos Correios. Ela será enviada para o endereço registrado na sua carteira de motorista.

Se optar por fazer o pedido pessoalmente, e não online, o motorista da capital deve primeiro ir ao banco pagar a taxa. Depois, se dirigir às unidades Aricanduva, Armênia, Interlagos ou posto Metrô Marechal Deodoro do departamento, ou, ainda, a um Poupatempo. No interior do estado, além deste último, a emissão pode ser solicitada junto ao Ciretran do município. Leve com você a CNH original e uma cópia simples, além do comprovante de pagamento da taxa. No mesmo prazo de sete dias úteis, seu documento estará disponível para retirada no local onde você o solicitou.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Como tirar carteira de motorista internacional em Minas Gerais

Motoristas com habilitação emitida pelo estado de Minas Gerais podem fazer todo o procedimento para a emissão da carteira de motorista internacional via web. A única exigência é que a sua CNH nacional esteja dentro do prazo de validade e seja modelo com foto. O primeiro passo é preencher um pequeno formulário online com CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Depois, basta confirmar os dados e gerar o Documento de Arrecadação Estadual (DAE) no valor de R$ 147,53. O pagamento do serviço pode ser feito no Banco do Brasil, Bancoob, Bradesco, Itaú, Mercantil do Brasil, Caixa Econômica Federal e lotéricas credenciadas.

Residentes em Belo Horizonte poderão optar por receber a PID pelos Correios ou retirar o documento na Unidade de Atendimento Integrado (UAI) da Praça Sete. Residentes fora da capital receberão a carteira de motorista internacional obrigatoriamente pelos Correios, no endereço cadastrado junto ao Detran-MG. O prazo de emissão é de apenas um dia útil após a confirmação do pagamento. Mais informações sobre a PID podem ser acessadas no site do Detran-MG.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Como tirar carteira de motorista internacional no Rio de Janeiro

Para os motoristas com habilitação emitida pelo estado do Rio de Janeiro, uma parte do procedimento para a emissão da carteira de motorista internacional é feita pela internet e outra parte, pessoalmente. Primeiro, você deve acessar a página da PID no site do Detran-RJ. Nela, você deve emitir uma DUDA (Documento Único do Detran de Arrecadação) para pagar a taxa do serviço, no valor de R$ 126,97. Ao clicar em ‘Emita seu boleto aqui’, você será redirecionado para o site do banco Bradesco, onde poderá imprimir a guia. Se o pagamento for feito em dinheiro, é necessário aguardar 24 horas para compensação. Se for em cheque, o prazo é de seis dias.

Terminado esse prazo, você deve voltar à página da PID para agendar a entrega da documentação em um dos postos do Detran-RJ. Para isso, basta acessar a tela de agendamento, preencher seu CPF, o número da DUDA, telefone para contato, e-mail, número de registro da CNH e selecionar a categoria da mesma. Você deve então comparecer ao posto escolhido no dia e hora marcados levando os seguintes documentos:  original e cópia simples do documento de identidade (preferencialmente RG), da carteira de motorista, do passaporte e do recibo e pagamento da taxa de serviço. O prazo para emissão da PID é de um dia útil no posto sede e de três dias úteis nos demais.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Três últimos e fundamentais lembretes. Primeiro, a carteira de motorista internacional só vale se for apresentada junto com a nacional. Então não vale deixar a CNH no Brasil, ok? Também é possível que exijam seu passaporte, portanto fique com ele se for dirigir. Segundo, nem todo país permite que estrangeiros dirijam, como é o caso da Tailândia. Terceiro, muitos lugares de colonização inglesa têm trânsito pela esquerda, como a Austrália e a Nova Zelândia. Embora não seja tão complicado como parece, muita gente pode não gostar da ideia de guiar na ‘contramão’. É bom fazer uma pesquisa sobre o trânsito em cada país antes de planejar sua viagem.

Confira todos os países onde é necessário apresentar a Permissão Internacional para Dirigir: África do Sul, Albânia, Alemanha, Anguila (Reino Unido), Angola, Argélia, Argentina, Arquipélago de San Andres Providência e Santa Catalina (Colômbia), Austrália, Áustria, Azerbaidjão, Bahamas, Barein, Bielo-Rússia, Bélgica, Bermudas, Bolívia, Bósnia-Herzegóvina, Bulgária, Cabo Verde, Canadá, Cazaquistão, Ceuta e Melilla (Espanha), Chile, Cingapura, Colômbia, Congo, Coréia do Sul, Costa do Marfim, Costa Rica, Croácia, Cuba, Dinamarca, El Salvador, Equador, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estados Unidos, Estônia, Federação Russa, Filipinas, Finlândia, França, Gabão, Gana, Geórgia, Gilbratar (Reino Unido), Grécia, Groelândia (Dinamarca), Guadalupe (França), Guatemala, Guiana, Guiana Francesa (França), Guiné-Bissau, Haiti, Holanda, Honduras, Hungria, ilhas do Reino Unido (Pitcairn, Cayman, Malvinas e Virgens), ilhas da Austrália (Cocos, Cook e Norfolk), ilhas da Finlândia (Aland), ilhas da Coroa Britânica (Canal), ilhas da Colômbia (Geórgia e Sandwich do Sul), ilhas da França (Wallis e Futuna), Indonésia, Irã, Iriã Ocidental, Israel, Itália, Kuweit, Letônia, Líbia, Lituânia, Luxemburgo, Macedônia, Martinica (França), Marrocos, Mayotte (França), México, Moldávia, Mônaco, Mongólia, Montserrat (Reino Unido), Namíbia, Nicarágua, Níger, Niue (Nova Zelândia) Noruega, Nova Caledônia (França), Nova Zelândia, Nueva Esparta (Venezuela), Panamá, Paquistão, Paraguai, Peru, Polinésia Francesa (França), Polônia, Porto Rico, Portugal, Reino Unido (Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales), República Centro Africana, República Checa, República Dominicana, Republica Eslovaca, Reunião (França), Romênia, Saara Ocidental, Saint-Pierre e Miquelon (França), San Marino, Santa Helena (Reino Unido), São Tomé e Príncipe, Seichelles, Senegal, Sérvia, Suécia, Suíça, Svalbard (Noruega), Tadjiquistão, Terras Austrais e Antártica (Colônia Britânica), Território Britânico no Oceano Índico (Colônia Britânica), Timor, Toquelau (Nova Zelândia), Tunísia, Turcas e Caicos (Colônia Britânica), Turcomenistão, Ucrânia, Uruguai, Uzbequistão, Venezuela e Zimbábue.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Posts relacionados

Deixe um comentário