Página inicial AméricaBrasilGalinhos (RN) Guia de Viagem Galinhos: Tudo que você precisa saber antes de viajar

Guia de Viagem Galinhos: Tudo que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Montagem de fotos mostra Galinhos, no Rio Grande do Norte

Você já ouviu falar de Galinhos? Já pensou em passar uma semana das suas férias por lá? Provavelmente, a resposta é não. Mas você deveria. Ah, como deveria! E neste texto vamos te dar TODAS AS DICAS para uma viagem muito especial a esta península de areia perdida nos confins do Rio Grande do Norte e que abriga algumas das praias mais lindas do Brasil!

⇒ Reserve já seu hotel em Galinhos e garanta os melhores preços! ⇐

Chegar até lá é um pouco complicado, mas isso colabora para manter a cidade de apenas 3.000 habitantes ainda um pouco protegida do turismo de massa. Não há supermercados ou shoppings, apenas mercadinhos e comércios minúsculos. Não há edifícios, apenas casas coloridas e prédio baixos. Não há som alto, apenas o barulho do mar e do vento. Não há asfalto e algumas ruas ainda são de areia.

Não há trânsito e o transporte é feito com buggies e carroças. Não há resorts, apenas pousadas familiares e aconchegantes. Não há restaurantes internacionais, filas ou necessidade de reservas. Há lanchonetes familiares, churrasquinho de rua e trailers de comida na praça. Sim, porque só há uma praça na cidade onde, à noite, as crianças se reúnem para brincar e jogar bola. Ao redor delas, os adultos jantam nos trailers cercados pelos muitos gatos e cachorros de rua.

Placa indica a praia principal de Galinhos

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

Eles podem viver livres por que são vacinados pela prefeitura e bem cuidados pela comunidade. Não há beach clubs ou barracas de praia, apenas alguns bares à beira-mar. Não há multidões de turistas e vendedores ambulantes, apenas os tours que fazem o bate-volta desde Natal. Não há festas ou baladas. O programa noturno é deitar na areia da praia e admirar o céu estrelado. Não há estresse, correria, relógio, compromissos inadiáveis. Há apenas o lento passar da vida mansa da praia.

Seus únicos compromissos serão os tours, seja de buggy pelas dunas do André e Capim, seja de canoa pelos mangues e praias do braço de mar. Se quiser um pouco de atividade física, pode caminhar até as belíssimas praias do Farol e do Pontal. Ou mesmo até a vila vizinha de Galos, que tem apenas 500 habitantes e o famoso restaurante da Pousada Peixe-Galo. Sim, porque recomendamos que você fique o máximo de tempo que puder e não apenas faça um bate-volta de Natal.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Curta muitos dias de sol na belíssima praia principal bebendo caipirinha e comendo macaxeira no Bar Nativus, o melhor da cidade. Quando o calor apertar, mergulhe nas águas muito azuis do mar. Tire milhões de selfies e fotos de Galinhos. Fique com os pés na areia até o entardecer, quando presenciará um pôr do sol inesquecível… Ficou interessado em conhecer? Confira tudo no nosso…

Barco vermelho se destaca no mar azul de Galinhos

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

Guia de Viagem Galinhos do Escolha Viajar

LIGAÇÕES TELEFÔNICAS: O DDD de Galinhos é o 84.

FUSO HORÁRIO:  Horário de Brasília.

VOLTAGEM: 220 volts.

COMO CHEGAR: Galinhos não fica em uma ilha, e sim em uma península de areia, mas não existe acesso por terra até ela, apenas de barco. Ela está situada a 160 quilômetros de Natal, a 85 de São Miguel do Gostoso (RN), a 410 de Fortaleza (CE) e a 260 de Canoa Quebrada (CE). Para chegar a Galinhos você pode dirigir seu próprio veículo (ou alugar um, faça sua cotação aqui!) até o Estacionamento Pratagil, na RN-402.

Esse estacionamento é administrado pela prefeitura e você pode deixar seu carro lá por quantos dias quiser de graça. Depois, é só se dirigir ao píer com sua bagagem e pegar um barco privado ou da prefeitura para a viagem de 10 minutos pelo braço de mar que separa a península de Galinhos do resto do continente. O barco privado sai quando você quiser. A partir de oito passageiros, o barqueiro cobra R$ 4 por pessoa.

Se estiver viajando em menos de oito pessoas e não quiser esperar aparecer mais gente, é só fechar a embarcação por R$ 30. Os barcos da prefeitura partem a cada 30 minutos até as 17h – depois, os intervalos ficam mais longos, mas eles nunca param. NINGUÉM precisa pagar passagem, mas os barqueiros cobram dos turistas mesmo assim. São R$ 4 por pessoa. Se você não tem ou não quer alugar um carro para conhecer Galinhos, há mais duas opções.

A primeira delas é ônibus. A Expresso Cabral faz a rota Natal-Macau com uma parada no Pratagil. O Escolha Viajar entrou em contato com a empresa para saber preços e horários atualizados, mas não obteve resposta. Segundo o Viaje na Viagem (leia mais aqui), em 2016 a linha operava sexta, domingo e segunda. O ônibus sai de Natal às 6h e chega às 9h. A volta é às 17h15, com chegada às 20h15 na capital. A passagem custa R$ 32,10 e pode ser comprada na rodoviária de Natal.

Mas a forma mais comum de visitar Galinhos é contratando um passeio de um dia que vai e volta de Natal. Você pode reservar o seu aqui. O custo é de R$ 250 por pessoa. Se você só tem um dia para conhecer a cidade, essa é sem dúvida a forma mais prática e com melhor custo-benefício. Você pode beber e não precisa se preocupar em dirigir no fim do dia. Mas, ao mesmo tempo, é um roteiro ‘preso’, com horário para tudo e tendo que acompanhar o grupo.

Barco chega ao píer de Galinhos

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


QUANDO VIAJAR (CLIMA): O clima em Galinhos é tropical, o que garante calor praticamente o ano todo. O meses mais quentes do ano são janeiro, fevereiro e março, quando o termômetro oscila entre os 23ºC e os 32ºC em média. Os meses mais ‘frios’ são junho, julho e agosto, quando as temperaturas ficam em média entre os 20ºC e os 30ºC. Mas é bom ter sempre um casaquinho na mala por causa do vento, que à noite pode refrescar bastante.

Como calor não falta por lá, o único obstáculo para suas férias perfeitas na praia são as chuvas que, no litoral do Nordeste, se concentram no primeiro semestre do ano. Os meses mais molhados são os de primavera: março, abril e maio, quando chove em média até 175 mm. A precipitação começa a diminuir com a chegada do inverno e vai ao menor nível nos meses de setembro, outubro e novembro, quando pode não cair uma gotinha de água sequer do céu!

Além do clima, você pode levar em conta também o fluxo de turistas para escolher a melhor época para viajar. Finais de semana, feriados prolongados e meses de férias escolares (dezembro, janeiro, fevereiro e julho) são os mais ‘agitados’ na península e todos os restaurantes e comércios ficam abertos. Mas são também os que as praias, pousadas e passeios ficam mais lotados. Já fora da alta temporada ou nos dias de semana, Galinhos fica bem mais calma e vazia.

Mulher segura caipirinha de cajá na praia principal de Galinhos

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


QUANTO TEMPO FICAR: Não há muito o que fazer em Galinhos e você pode percorrer o circuito completo de atrações da península em apenas dois dias. Mas o lugar é tão lindo e agradável que recomendamos de coração que você fique tanto quanto quiser e puder. É raro encontrar praias do Nordeste brasileiro que sejam tão bonitas e ainda estejam a salvo do turismo de massa. Sem lixo, sem ambulantes, sem som alto. Em Galinhos, você pode relaxar e tirar férias de verdade!

Mas quem não tem tempo ou interesse em ficar pode lá pode optar por fazer o passeio em apenas um dia em um bate-volta desde Natal ou outras cidades próximas, ou passar uma noite na península e completar o tour em dois dias. Se for ficar apenas um dia, recomendamos que faça o passeio de canoa que percorre as atrações turísticas situadas ao longo do braço de mar. E não apenas isso: o tour inclui ostras vivas, ceviche e outros petiscos de peixe feitos na hora!

Você vai passar ao largo das famosas salinas de Galinhos para avistar de longe as montanhas brancas de sal, almoçar na praia da Duna do Capim e percorrer de buggy a Duna do André e o Mirante das Dunas. Depois do passeio pelas águas, vá para a praia principal de Galinhos e, se puder, assista ao pôr do sol. Se for ficar dois dias na cidade, você terá também tempo para caminhar até as belíssimas praias do Farol e do Pontal no dia seguinte.

Home boia em piscina natural da Praia do Pontal

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


Fachada colorida de pousada em GalinhosONDE SE HOSPEDAR EM GALINHOS:

Na dúvida sobre onde ficar em Galinhos? Confira sugestão de hospedagem bem avaliada e de baixo custo nesta bela e sossegada praia do Rio Grande do Norte

⇒ Confira aqui onde se hospedar


Buggy faz passeio pelas dunas do parque eólicoQUANTO CUSTA VIAJAR PARA GALINHOS:

Está planejando as férias e quer saber quanto custa viajar para Galinhos (RN)? Vamos mostrar como gastar só R$ 235 por pessoa por dia sem abrir mão de boa hospedagem, comida gostosa, cerveja gelada e passeios sensacionais!

⇒ Confira aqui quanto custa a viagem


Mulher caminha pela beira da praia de GalinhosROTEIRO DE VIAGEM EM GALINHOS:

Vai viajar e não sabe o que fazer em Galinhos (RN)? Não se preocupe: preparamos um roteiro legal para quem vai passar 1 ou 2 dias nesta praia – com mapa!

⇒ Confira aqui sugestão de roteiro


Pôr do sol visto da praia principal de GalinhosCONHEÇA GALINHOS EM 60 FOTOS:

Galinhos (RN) abriga algumas das praias mais lindas do Brasil. A minúscula cidade fica em uma península de areia com acesso apenas por barco, o que a torna um paraíso longe das multidões. Confira sua beleza em 60 fotos de Galinhos

⇒ Confira aqui 60 fotos da península

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais