Página inicial Planeje sua viagemDinheiro Como comprar menos e viajar mais? Veja 12 coisas que você pode fazer agora!

Como comprar menos e viajar mais? Veja 12 coisas que você pode fazer agora!

por Escolha Viajar
Como comprar menos e viajar mais?

Uma das perguntas que as pessoas que viajam muito mais ouvem é: ‘De onde você tira tanto dinheiro para viajar???’. Este é um questionamento bastante irritante pois, excluindo grandes herdeiros, artistas e políticos corruptos, quem quer viajar muito precisa poupar muito. E fazer economia para poder cair na estrada mais do que uma vez por ano – nas férias – não é algo simples, fácil, rápido ou indolor. Se você começou a ler esse texto em busca de uma fórmula mágica, sentimos muito em informar que ela não existe. Não existe nenhum programa de governo intitulado ‘Minha passagem, minha vida’ ou ‘Férias para todos’. O que existe são brasileiros trabalhadores, como eu e você, que podem fazer da viagem uma prioridade nas suas vidas. E, a partir disso, comprar menos e viajar mais.

⇒ VIAJE COM POUCO! Confira 10 destinos entre R$ 2.600 e R$ 5.000
⇒ COMO economizar dinheiro para viajar? Veja 10 dicas fundamentais

Pois é, não precisa ser mulher, nem ‘dondoca’, nem pertencer a nenhum estereótipo para gostar de fazer umas comprinhas. Segundo uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e do portal de educação financeira Meu Bolso Feliz, divulgada em junho de 2015, 53% dos consumidores brasileiros admitem ter realizado pelo menos uma compra por impulso nos três meses anteriores ao levantamento.

Ou seja, compras desnecessárias, que não foram feitas para repor algo que estragou ou terminou. E quanto mais dinheiro a pessoa tem, mais ela quer gastar. O percentual de compras por impulso é maior entre consumidores das classes altas – A e B – (61%), com ensino superior (69%) e renda própria (58%).

Não é preciso ser nenhum gênio da matemática para saber que, se o dinheiro gasto com compras – seja de produtos, seja de serviços -, fosse colocado em uma ‘poupança de viagem’, você poderia conhecer muitos, mas muitos lugares. É uma questão de eleger qual a prioridade deste momento da sua vida.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Você quer reformar seu apartamento ou fazer um mochilão pelo sudeste asiático? Comprar um par de sapatos de grife em liquidação ou jantar à luz de velas na beira de uma praia deserta de Fiji? Beber cervejas artesanais refinadas sentado no seu sofá ou fazer um brinde coletivo nos ‘biergartens’ da Alemanha, gritando ‘prost’ como os locais?

Você escolhe comprar menos e viajar mais? Então nós elegemos 12 tópicos de consumo dos quais podemos garantir, por experiência própria, que você consegue abrir mão e que podem resultar em um bom saldo para a sua poupança de viagens. São 12 coisas para não comprar nos 12 meses do ano, assim você pode praticar um ‘desapego’ a cada 30 dias e ver como se sente: se esse item é realmente fundamental na sua vida ou se viajar é mais importante.

Somando apenas os exemplos teóricos que usamos neste texto, seria feita uma economia de R$ 20.000 a R$ 25.000. Esse dinheiro é suficiente para fazer uma viagem de um mês pela Europa, com passagem incluída e relativo conforto. Já imaginou quanto você juntaria se colocasse todas as dicas em prática ao mesmo tempo durante um ano inteiro? Faça o teste e descubra se você tem forças para comprar menos e viajar mais:

1 – IPHONE X – Como comprar menos e viajar mais

A cada fim de ano, a ansiedade por novos lançamentos de smartphone é a mesma. E dessa vez a Apple não teve dó ao estipular os preços do Iphone X, que ainda não está à venda no Brasil. O mais caro dele custará R$ 7.799, ou US$ 2.437. Com esse valor, é possível pagar uma viagem de casal para a Tailândia por 19 dias, de maneira econômica, passando pelas lindas ilhas de Koh Lipe e Koh Phi Phi e conhecendo alguns dos lugares que nos habituamos a chamar de paraíso. Não estão incluídas as passagens de avião, mas todos os deslocamentos entre as ilhas, que não são baratas, estão dentro do orçamento…

Como comprar menos e viajar mais? - Maya Bay, na Tailândia

Maya Bay – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

…Se pensarmos no Iphone mais em conta, que é o de 64 GB de memória, o valor cai para R$ 6.999, ou US$ 2.187. Mesmo assim, dá para fazer uma viagem de 30 dias pelo México. E agora? Não vale a pena usar esse dinheiro economizado para se divertir, em vez de pegar filas gigantes e gastar uma fortuna para trocar de smartphone?

Como comprar menos e viajar mais? - Teotihuacán, na Cidade do México

Pirâmides de Teotihuacan – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


2 – SHOWS E BALADAS – Como comprar menos e viajar mais

O Brasil é um dos melhores países para sair, ouvir música, dançar e badalar no mundo, mas abrir mão disso por um tempo (total ou parcialmente) pode resultar em uma economia significativa para a sua poupança de viagens. Festas famosas em boates na capital paulista têm um preço de entrada médio de R$ 70, da eletrônica à sertaneja. Se você vai a uma dessas baladas por semana, vai gastar R$ 280, ou US$ 87. Um show internacional também tem um custo parecido.

Para assistir à apresentação do U2, em outubro de 2017, no Morumbi, o ingresso mais barato é de R$ 260, ou U$ 82. Tudo isso, sem contar o consumo de bebidas ou o preço do estacionamento. Com esse mesmo dinheiro, dá para pagar uma entrada em Machu Picchu para conhecer as ruínas dessa antiga cidade inca, com direito a subir na montanha Wayna Picchu. Machu Picchu é uma das atrações mais preciosas da América Latina e uma das Maravilhas do Mundo. Então, que tal trocar os shows e baladas por uma happy hour com os amigos ou dar festas na sua própria casa?

Como comprar menos e viajar mais? - Machu Picchu

Machu Picchu – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


3 – SMARTV 48 POLEGADAS – Como comprar menos e viajar mais

Nos últimos 10 anos, as TVs passaram de tela plana para plasma, LED, Smart, 3D, tela curva, 4K… Isso numa gama tão infinita de polegadas que nem vou citar aqui. E a gente vai trocando de aparelho, empolgado com as novas tecnologias, mesmo que o anterior continue funcionando perfeitamente. Isso não apenas para televisão, mas para eletrodomésticos em geral, e pode abrir um rombo na sua poupança de viagem.

O valor de um aparelho de bom custo-benefício em uma loja online do Brasil – a Smart TV LED 48? Sony – é de R$ 2.100,00. Esse dinheiro, equivalente a US$ 656, é suficiente para um casal fazer um belo passeio de helicóptero no Glaciar Franz Josef, na Nova Zelândia. O tour inclui uma caminhada de cerca de três horas pela geleira com um guia especializado.

Como comprar menos e viajar mais? - Glaciar Franz Josef, na Nova Zelândia

Glaciar Franz Josef – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

 


4 – MÓVEIS E REFORMAS – Como comprar menos e viajar mais

Se você não tem nenhum buraco no sofá ou azulejo quebrado na parede, que tal adiar aquela redecoração ou reforma da casa que teria apenas fim estético? Todo mundo gosta de viver em um ambiente agradável, mas, se a sua escolha foi viajar, aposto que você prefere estar em um belo parque de qualquer lugar do mundo do que sentado em um sofá caro, olhando para um teto de gesso rebaixado. Vamos usar como exemplo de custo uma cozinha planejada, com móveis modernos e sob medida para o seu espaço. Segundo pesquisamos em um site especializado em decoração, um projeto como esse, custa R$ 10.700,00. São US$ 3.343, valor equivalente a cinco diárias em um resort na ilha de Moorea, na Polinésia Francesa. Será que esse paraíso não merece que você deixe de lado aquela cozinha dos catálogos?

Como comprar menos e viajar mais? - resort em Moorea, na Polinésia Francesa

Ilha de Moorea – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

MÓVEIS E REFORMAS – se você não tem nenhum buraco no sofá ou azulejo quebrado na parede, que tal adiar aquela redecoração ou reforma da casa que teria apenas fim estético? Todo mundo gosta de viver em um ambiente agradável, mas, se a sua escolha foi viajar, aposto que você prefere estar em um belo parque de qualquer lugar do mundo do que sentado em um sofá caro, olhando para um teto de gesso rebaixado.

Vamos usar como exemplo de custo uma cozinha planejada, com móveis modernos e sob medida para o seu espaço. Segundo pesquisamos em um site especializado em decoração, um projeto como esse, custa R$ 10.700,00. São US$ 3.343, valor equivalente a cinco diárias em um resort na ilha de Moorea, na Polinésia Francesa. Será que esse paraíso não merece que você deixe de lado aquela cozinha dos catálogos?


5 – ROUPAS E SAPATOS – Como comprar menos e viajar mais

É aqui que a maioria das pessoas não resiste àquela compra por impulso, sem a menor necessidade, apenas para ter mais uma peça bonita no guarda-roupa. Que tal passar um mês sem adquirir nenhuma roupa ou sapato novos, a não ser que algo velho estrague e precise ser substituído. Como exemplo, vamos calcular o custo de um look completo em uma grande rede brasileira de lojas de roupa, que pratica preços para a classe média. Para mulher, pesquisamos uma calça jeans, uma blusa, uma bota e uma bolsa. Tudo saiu por R$ 570, ou US$ 180. É dinheiro suficiente para um passeio de balão na Capadócia, uma das regiões mais turísticas da Turquia…

Como comprar menos e viajar mais? - voo de balão na Capadócia

Voo de balão na Capadócia – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

… Para homem, pesquisamos uma camiseta, uma calça jeans, uma jaqueta esportiva e um sapato sairiam por R$ 400, ou US$ 125. Com este valor, é possível adquirir um City Pass de Nova York, que dá acesso a grandes atrações da cidade norte-americana, como a Estátua da Liberdade, o Empire State, o Top of Rock e o Museu do 11 de Setembro.

Como comprar menos e viajar mais? - Estátua da Liberdade, em Nova York

Estátua da Liberdade – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


6 – CAMISA DE FUTEBOL – Como comprar menos e viajar mais

Grite gol, chore, torça, solte foguetes, se escabele pelo seu time do coração. Mas NÃO compre a camisa oficial da temporada. Afinal, o amor pelo seu time só precisa estar sob o peito, e não cobrindo ele. Como exemplo, vamos citar os preço das lojas das duas maiores torcidas de futebol do Brasil. No site de vendas do Flamengo, a camisa oficial da equipe carioca para 2017 sai por R$ 249. O mesmo preço é praticado pela loja oficial do paulista Corinthians. São dois valores bem próximos, que equivalem a US$ 78. Com esse dinheiro, você paga uma entrada de dois dias para conhecer a antiga cidade de Pedra, na Jordânia. Petra é uma das Maravilhas do Mundo e um dos patrimônios históricos mais bem preservados do planeta.

Como comprar menos e viajar mais? - Petra, na Jordânia

Petra – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


7 – GASOLINA E ESTACIONAMENTO – Como comprar menos e viajar mais

é hora de deixar o carro em casa e partir para o transporte público. Isso porque ter um carro é um dos maiores ‘buracos negros’ que a economia de uma pessoa pode ter. Quem gasta 150 litros de gasolina por mês, média calculada com base em alguém que vive na Grande São Paulo, paga R$ 555. Se você precisa pagar estacionamento nos cinco dias da semana em que sai para trabalhar, gasta mais R$ 350 (valor baseado na região empresarial da Berrini, em São Paulo).

Somada, essa quantia equivale a US$ 282. É o que custa um passeio de três dias para duas pessoas no Salar do Uyuni. Esse tour, em um carro 4×4 mas sem guia, sai da cidade boliviana de Uyuni para conhecer o maior deserto de sal do mundo e termina em San Pedro de Atacama, onde você poderá montar base para o Deserto do Atacama e suas paisagens surreais.

Como comprar menos e viajar mais? - Salar do Uyuni

Salardo Uyuni – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


8 – SERVIÇOS DE FAXINA – Como comprar menos e viajar mais

Não, ninguém gosta de limpar o próprio vaso sanitário. Nem de passar roupa, nem de esfregar o chão, nem de tirar o pó. Mas eu gosto menos ainda de ficar sentada no sofá vendo alguém faxinar a minha casa enquanto poderia estar usando esse dinheiro para viajar. O preço da diária de limpeza em São Paulo é de cerca de R$ 150 em bairros de classe média. Quem usufrui do serviço uma vez a cada 15 dias, gasta R$ 300 ao mês (US$ 94). Com esse dinheiro, você faz um tour pela Great Ocean Road, a estrada mais cênica da Austrália. Com partida em Melbourne, o passeio dura um dia completo e tem como principal atração as pedras que formam os Twelve Apostles.

Como comprar menos e viajar mais? - Twelve Apostles, na Great Ocean Road (Austrália)

Twelve Apostles – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


9 – SALÃO DE BELEZA – Como comprar menos e viajar mais

Com base na tabela de preços de uma das redes de salões de beleza mais antigas de São Paulo, encontramos alguns números significativos para a sua poupança de viagem se você abrir mão destes serviços por um mês, seja mulher ou homem. Se você é mulher e for lavar, cortar, secar e escovar o cabelo, são R$ 177. A depilação completa feminina custa R$ 128. Manicure e pedicure, R$ 66, sendo que normalmente se faz as unhas duas vezes por mês. Isso gera um gasto total de R$ 424, ou US$ 132. Com essa quantia você pode alugar um carro por cinco dias para fazer um passeio pela Rota Romântica, na Alemanha, para conhecer todas aquelas cidadezinhas charmosas e terminar no castelo de Neuschwanstein…

Como comprar menos e viajar mais? - Castelo de Neuschwanstein, na Alemanha

Castelo de Neuschwanstein – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

…Se você é homem e gosta de se cuidar com profissionais da beleza, o gasto é menor, mas não menos significativo em uma viagem. Um corte de cabelo, com lavagem e finalização, sai por R$ 70. Manicure e pedicure, R$ 66. Já a depilação masculina é ainda mais custosa que a feminina: R$ 128. Gasto total de R$ 330, ou US$ 103. Com essa verba, que tal alugar um carro por quatro dias para conhecer o Vale do Loire, na França?

Como comprar menos e viajar mais? - Chateau Chennonceau, no Vale do Loire (França)

Chateau de Chennonceau – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


10 – CERVEJAS ARTESANAIS – Como comprar menos e viajar mais

Depois de uma semana cansativa de trabalho, nada melhor do que sentar no sofá, escolher um bom filme e se fazer acompanhar por uma cervejinha, não é mesmo? E, nos últimos anos, o brasileiro tomou gosto pelas ‘loiras geladas’ artesanais, que são realmente muito mais saborosas que as marcas produzidas em larga escala. Mas também são muito mais caras. Como exemplo, vamos usar a Baden Baden, cerveja de Campos do Jordão muito popular entre os paulistas.

O preço médio da garrafa em uma das maiores redes de supermercados do Brasil é de R$ 14,90. Se você bebe quatro garrafas por semana, duas na sexta e duas no sábado, terá um gasto mensal de R$ 238 com cervejas artesanais, ou US$ 74. Esse é o valor do Paris Pass por seis dias. Portando esse passe, você consegue visitar a maior parte das atrações da capital francesa, como as torres da Catedral de Notre Dame, a Conciergerie, a Sainte-Chapelle, o Museu do Louvre, o Pantheón e o Palácio de Versailles.

Como comprar menos e viajar mais? - Museu do Louvre, em Paris (França)

Museu do Louvre – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


11 – LEMBRANÇAS DE VIAGEM – Como comprar menos e viajar mais

Sim, para viajar mais você precisa parar de fazer compras durante as suas viagens também! Deixe que as lembranças dos lugares maravilhosos que você conheceu fiquem gravadas apenas na sua retina e na memória da câmera fotográfica, ao invés de juntar pó em alguma estante da sua casa. Como exemplo, vamos usar uma lojinha de souvenirs de Wall Street, um dos pontos turísticos mais badalados de Nova York. Nada de produtor oficiais, apenas lembrancinhas ‘made in China’.

Se você comprar uma camiseta temática para o seu pai, um globo de neve para sua mãe, um imã de geladeira para sua vó, um copinho de tequila para o seu cunhado, um bichinho de pelúcia para sua irmã e uma taça de champanhe decorada para você mesmo, você vai deixar no caixa da loja um saldo de US$ 85. Esse valor é suficiente para pagar uma entrada no Parque Nacional Rapa Nui, na Ilha de Páscoa. Com esse bilhete, você tem acesso livre a todas as portarias da ilha para conhecer a história misteriosa dos moais e até conhecer a lenda do “Homem-Pássaro”.

Como comprar menos e viajar mais? - moais na Ilha de Páscoa

Ilha de Páscoa – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


12 – RESTAURANTE EM SÃO PAULO – Como comprar menos e viajar mais

Eu sei que todos os seus amigos foram lá e falam maravilhas, e que ver aquela fila gigante na porta só pode ser sinônimo de comida/bebida muito boa, certo? Com certeza, mas também é sinônimo de um belo rombo no seu orçamento. Troque uma noite no bar ou restaurante da moda por um jantar especial com amigos ou família na sua casa (ou na deles), testando receitas da vovó que vocês sempre quiseram fazer e experimentando vinhos que trouxeram de diversos lugares do mundo.

Não soa um bom programa também? E você vai economizar R$ 170, que é o que gastaria se fosse fazer uma refeição de dois pratos de massa e uma única garrafa de vinho no Eataly, o restaurante ‘must see’ do momento em São Paulo. São US$ 53, o suficiente para dar uma volta na roda-gigante mais ‘cool’ do mundo, a britânica London Eye.

Como comprar menos e viajar mais? - London Eye, em Londres

London Eye – Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Posts relacionados

Deixe um comentário

6 comentários

Joel 22 de janeiro de 2018 - 14:16

Sou solteiro e recebo pouco mais de um salário mínimo. Quanto vocês me recomendariam guardar para fazer uma viagem à Grécia? Obrigado!!!

Responder
Escolha Viajar 27 de janeiro de 2018 - 19:00

Olá, Joel!
A resposta para sua pergunta esta neste texto aqui: https://www.escolhaviajar.com/quanto-custa-viajar-para-grecia/
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
EDUARDA 19 de janeiro de 2018 - 23:43

Oi gente em média, quanto eu teria que guardar por mês para viajar para tantos países assim?

Responder
Escolha Viajar 21 de janeiro de 2018 - 00:41

Olá, Eduarda!
Essa é uma pergunta difícil de responder, porque depende muito de para quais países você quer ir e de quanto vai gastar nas suas viagens. Se você vai viajar de avião, de carro ou de carona; se vai se hospedar em hotel, albergue ou couchsurfing; se vai trabalhar enquanto viaja ou não… Tudo isso muda muito os valores de cada viagem! Se você é uma pessoa bem econômica, pode usar como base de cálculo um gasto de US$ 50 por dia de viagem, mais passagem aérea. Se gosta de viajar com um pouco de conforto, US$ 100 por dia e assim por diante. O primeiro passo é saber para onde você quer ir e quanto tempo vai ficar lá, para só depois conseguir fazer as contas de quanto precisa economizar por mês 😉
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
solange perrut pedrosa 11 de maio de 2017 - 12:49

adorei as dicas, algumas já faço. Adoro viajar e com meu salario de aposentada tenho que economizar mesmo.

Responder
Suelen 31 de março de 2016 - 11:48

Muito boas as dicas! Eu já uso várias e olha.. não dói e só faz bem pra gente, aumenta nossas viagens e nos melhora como seres humanos!!

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais