Página inicial ÁsiaCingapura Confira 10 dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Confira 10 dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Embora seja apenas uma cidade que funciona como um país independente, Cingapura é um dos maiores ímãs turísticos do sudeste asiático. Sua localização muito próxima dos maiores ‘hits’ da região – Tailândia, Indonésia, Malásia, Camboja e Vietnã – ajuda a levar cada vez mais viajantes até lá. Mas, muito diferente das belezas naturais tão famosas dos vizinhos, Cingapura atrai turistas pelas ‘atrações ostentação’ tecnológicas. Limpa, segura, organizada e muito simples de se visitar, esta cidade-Estado pode acabar se revelando uma experiência turística única, especialmente para quem nunca esteve no lado oriental do mundo antes. Por isso, é bom conferir algumas dicas de Cingapura antes de embarcar.

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM CINGAPURA: Do luxo ao super barato
⇒ GUIA DE VIAGEM CINGAPURA: Tudo o que você precisa saber!

Não precisa ter qualquer tipo de preocupação: Cingapura é tão ocidentalizada que lembra mais uma Nova York do outro lado do mundo do que alguma cidadezinha típica do Japão ou China. Nem a escrita ou o idioma serão um problema, já que praticamente todo mundo na zona turística da cidade-Estado fala inglês e todas as placas e sinalizações também estão grafadas em alfabeto latino (em inglês, claro). Mas não espere encontrar garfos e facas nos restaurantes, é preciso arriscar comer com ‘hashis’ – os palitos compridos de madeira – ou pedir para o garçom levar talheres à mesa, hehe.

Confira 10 dicas de Cingapura que ajudarão você a aproveitar melhor sua viagem a este minúsculo e surpreendente país:

Dicas de Cingapura – Prepare-se para gastar muito

Há coisas muito baratas – ou mesmo gratuitas – e muitos caras em Cingapura, mas é praticamente impossível fazer uma viagem até esta cidade-Estado sem gastar um bom dinheiro. O principal motivo é que moeda do país – o dólar de Cingapura – não é nada acessível para brasileiros: É preciso R$ 2,20 para conseguir comprar 1 dólar local. Além disso, se pretende passar pelo menos uma noite no famoso hotel Marina Bay Sands, prepare-se para desembolsar mais de US$ 300 por um quarto simples, sem refeições. Comida e bebida são outras duas coisas que vão encarecer sua viagem.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Um almoço de um prato acompanhado de cerveja em Boat Quay – uma área revitalizada à beira do rio – sai por US$ 33,50 para duas pessoas. Um jantar em Chinatown, US$ 20,85.  Além disso, algumas atrações cobram preços salgados pelos ingressos, como as estufas do Gadens Bay the Bay (US$ 20,85), assim como o SEA Aquarium (US$ 18,60) e a Singapore Flyer (US$ 23,45). Portanto, prepare-se para gastar cerca de US$ 100 por dia (leia o relato completo de quanto custa viajar para Cingapura aqui).

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Não perca as luzes da cidade

Se tivéssemos que eleger a cidade mais brilhante do mundo hoje, com certeza ela não seria Paris. Não que a capital francesa não siga charmosa e belamente iluminada, como quando ganhou a alcunha de Cidade Luz no século XIX, mas com certeza ela não chega nem perto da explosão de canhões de luz, holofotes coloridos e neon que domina as noite de Cingapura. Nem a cintilante Times Square, em Nova York, pode competir com esta pequena cidade-Estado asiática. Portanto, não deixe de fazer passeios noturnos durante a sua viagem. Todos os dias, se puder!

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!

O hotel Marina Bay Sands tem seu próprio show de som, águas e luzes, que acontece pelo menos duas vezes por noite. O mesmo ocorre na ‘Supergroove Tree’ do jardim tecnológico Gardens By the Bay. A Fountain of Wealth, a maior fonte do mundo, não poderia ficar para trás e se ilumina em todas as cores do arco-íris até altas horas. Os ingressos noturnos para dar uma volta na roda-gigante Singapore Flyer sempre se esgotam rapidamente. É também à noite que os bares de Clake Quay, os restaurantes de Boat Quay e as lojinhas de Chinatown ficam mais lotados.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Como funciona o transporte

Uma forma de economizar na sua viagem a Cingapura é usar e abusar do incrível sistema de metrô local. Além de ser super abrangente, indo desde o aeroporto até o Marina Bay Sands e a ilha de Sentosa (onde fica o SEA Aquarium), ele calcula o preço do ticket pela distância que você percorreu. Basta comprar um cartão do tipo ‘Adult Stored Value Card’ por US$ 3,50 – valor não refundável – em qualquer bilheteria, carregar o valor que você acha que será necessário usar durante sua estadia e passar com ele pela catraca sempre que sair e entrar nos vagões.

O valor debitado pela viagem aparecerá no visor da catraca de saída. Se sobrar dinheiro no seu cartão na hora de ir embora do país, você pode levá-lo ao posto da estação de metrô do aeroporto e o valor será devolvido. Não confunda este cartão com o ‘The Singapore Tourist Pass’, que concede viagens ilimitadas em todo o sistema de transporte público – ônibus, trens e metrô -, mas que custa US$ 7 por dia de uso e é desnecessário.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Passe uma noite no Marina Bay Sands

Ir a Cingapura e não passar uma noite no Marina Bay Sands é como ir ao Rio de Janeiro e não ver o Cristo, ou ao Vaticano e não ver o papa. Não apenas por seu luxo, lojas, restaurantes e baladas, mas, principalmente, porque é no topo dele que está localizada a principal atração turística do país: a piscina de borda infinita mais alta do mundo, localizada no 57º andar. Mas dormir na cama ‘king size’ do Marina, um dos hotéis cinco estrelas mais famosos do mundo, custa mais de US$ 300. E estamos falando do quarto mais simples, sem qualquer refeição incluída.

Apesar disso, é um investimento de retorno garantido na forma de memórias inesquecíveis! Além de nadar na piscina, você tem uma vista sensacional da cidade, com a baía de Cingapura de um lado e o jardim tecnológico Gardens by the Bay do outro. Em ambos acontecem shows de luzes noturnos, que ficam totalmente diferentes quando assistidos do ângulo superior do terraço do hotel. A banheira, a cama ‘king size’ e as jacuzzis a céu aberto são mordomias que ajudam a justificar o gasto. E faça sua reserva com antecedência, pois todos os turistas terão a mesma ideia que você.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Brasileiro não precisa de visto

Brasileiros não precisam de visto para viagens a turismo, por até 30 dias, mas é necessário fazer vacina contra a febre amarela. Ao entrar em Cingapura, você deve apresentar um passaporte válido por pelo menos seis meses, a passagem de saída do país – com eventuais vistos para escalas -, meios de comprovar renda para pagar a viagem e o certificado internacional de vacinação. Lembre-se que a dose deve ser tomada pelo menos 10 dias antes da viagem (saiba como fazer vacina contra febre amarela aqui)

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Chove muito em Cingapura

Cingapura se encontra bem próxima à linha do Equador e, por isso, apresenta clima quente e úmido. Muito úmido. Além de registrar uma média de 178 dias de precipitação por ano, a cidade-Estado tem DUAS estações chuvosas: uma de dezembro a março, e outra de junho a setembro. Os meses em que mais desaba água do céu são novembro e dezembro, enquanto o mais seco é fevereiro. As temperaturas não variam muito ao longo do ano, ficando as médias mínimas na casa dos 23°C, e as máximas, dos 32°C. Já a umidade relativa do ar nunca baixa de 80%, portanto prepare-se para suar.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Confira os recordes do Guinness

Vários atrações de Cingapura estão ou já estiveram no Guinness – O Livro dos Recordes. Isso porque, na ausência de pontos turísticos naturais em um espaço tão pequeno e superlotados de prédios, o governo da cidade-Estado tratou de construí-los. Entre eles está o hotel Marina Bay Sands, que abriga a piscina de borda infinita mais alta do mundo no 57º andar. Também fica por lá a segunda maior roda-gigante do planeta, a Singapore Flyer. A estrutura tem 165 metros de altura, 28 cabines com capacidade para 28 pessoas e demora 30 minutos para dar uma volta completa.

Outro título que Cingapura detém é o de abrigar a maior fonte do mundo. A Fountain of Wealth tem 13,8 metros de altura e ocupa uma área de 1.683 metros quadrados. Sua figura central é formada por um gigantesco anel de bronze de 66 metros de circunferência e que representa uma mandala. O SEA Aquarium já perdeu o título de maior aquário do mundo há algum tempo, mas continua ostentando o de maior painel acrílico do planeta (na foto). Ele tem 36 metros de largura, 8,3 metros de altura e pesa mais de 250 mil quilos!

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – A porta de entrada da Ásia

Cingapura é uma minúscula cidade-Estado independente encravada no coração do sudeste asiático. A emancipação ocorreu em 1965, depois de o país passar pelas mãos de ingleses, japoneses e malaios.  Apesar de ter um custo de vida – e de turismo – bastante alto, Cingapura costuma ser recomendada como porta de entrada para os turistas novatos nessa parte do globo devido à diversidade cultural que abriga em meio a uma infraestrutura de primeiríssimo mundo.

Embora a etnia predominante seja a chinesa, lá convivem malaios, indianos e muitos estrangeiros vindos de todas as partes do mundo para trabalhar nas sedes de grandes empresas. Além disso, é uma cidade que recebe o turista de braços abertos para conhecer as várias atrações que se concentram nos seus 710 quilômetros quadrados – área menor do que a de Campinas (SP). O tamanho diminuto ajuda a tornar o país fácil de se conhecer, sem falar no transporte público super eficiente, limpeza, organização, postos de informação turística e fluência dos habitantes em inglês.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Admire a ‘beleza tecnológica’

Não espere ver uma cidade bonita ao visitar Cingapura. Embora seja muito limpa e organizada, os dias lá são cinzentos em meio à poluição e ao ‘skyline’ coberto de gigantescos edifícios, cortados pelas águas escuras da baía ou do rio que levam o nome da cidade-Estado. A ‘beleza’ de Cingapura é tecnológica. Está no design elegante e arrojado do Marina Bay Sands – que tem a forma de um navio -, nas árvores artificiais gigantes do Gardens by the Bay, na dinâmica da Ponte ‘The Helix’, nos shows de luzes e águas que colorem a cidade à noite em todos os tons que ela não tem durante o dia.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Cingapura – Maior ‘happy hour’ do mundo!

Dos 37 países do mundo em que o Escolha Viajar já colocou os pés, nenhum tem uma ‘happy hour’ tão duradoura quanto Cingapura! Os bares e restaurantes de Boat Quay e Clarke Quay – áreas revitalizadas à beira do rio que se tornaram o centro gastronômico e baladeiro da cidade-Estado – começam as promoções de bebida às 12h e só encerram por volta das 22h. A explicação pode estar no preço absurdo da cerveja por lá: uma lata sai por US$ 5 em minimercados, enquanto um pint custa US$ 10 em um bar. Na ‘happy hour’, os preços podem baixar para US$ 5 por uma jarra de 1 litro.

Dicas de Cingapura que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Cingapura em fevereiro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

2 comentários

Ralph 2 de outubro de 2018 - 22:42

Boa postagem. Já fui a Cingapura 2 vezes e tenho de dizer que é um dos países mais maravilhosas no mundo. Tem beleza, facilidade de comunicar e de transporte, e tudo funciona. Em suma, é ótimo, apesar dos custos um pouco elevados. De facto, eu e a minha esposa estamos prestes a fazer uma escala em Cingapura (a partir da Austrália) quando partirmos em 2 semanas para uma viagem de 4 semenas para a Europa. Muito facilmente poderia viver em Cingapura. Não posso enfatizar suficientemente quanto adoro o país.

Responder
Escolha Viajar 7 de outubro de 2018 - 08:55

Olá, Ralph!
Obrigada por compartilhar sua experiência conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais