Página inicial AméricaCuba Veja 90 fotos de Cuba, a ilha que reabriu suas portas para o mundo

Veja 90 fotos de Cuba, a ilha que reabriu suas portas para o mundo

por Escolha Viajar
Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

A morte de Fidel Castro, o ex-presidente que liderou a Revolução Cubana, no dia 25 de novembro, provocou todo tipo de comoção pelo mundo. Amado e admirado por muitos, odiado e tripudiado pelo mesmo número, ele foi um líder controverso, mas cuja importância deixa uma marca indelével na história do século XX. Sua ausência da ilha depois de 90 anos também provou um ‘boom’ de pesquisas sobre viagem para Cuba e por fotos de Cuba na internet. Talvez porque muitos achem que as mudanças por lá serão muito mais velozes agora, e que visitar o país será bem mais fácil do que sempre foi em breve.

⇒ QUANTO CUSTA VIAJAR PARA CUBA? Prepare seu bolso
⇒ GUIA DE VIAGEM CUBA: Tudo que você precisa saber!

Mas, na verdade, ir a ilha que será eternamente de Fidel não é difícil por um processo de abertura gradual que foi iniciado há alguma tempo. Afinal, ‘El comandante’ já não estava no comando há pelo menos 10 anos. A chegada do presidente dos Estado Unidos a Havana em março foi mais o mais importantes dos passos de uma trajetória histórica iniciada por Barack Obama e seu colega cubano, Raúl Castro, em dezembro de 2014.

Naquela data, os dois países, separados desde que Fidel Castro derrubou o governo pró-americano e instaurou uma ditadura socialista na ilha em 1959, anunciaram a retomada das relações diplomáticas. Poucos meses depois, em abril, ambos protagonizaram o primeiro encontro entre líderes dos dois países depois de 56 anos, no Panamá. Em julho de 2015, as embaixadas foram reabertas. Tudo isso colocou a ilha de volta no noticiário ao longo do ano passado, e fotos de Cuba começaram a pipocar nas agência de viagens.

Obama foi o primeiro presidente americano a pisar em Cuba nos últimos 88 anos, em visita que ocorreu em março deste ano, mas o resto do mundo andou bastante por lá nos últimos tempos. A retomada das relações com os Estados Unidos impulsionou de tal forma o turismo cubano que a ilha recebeu o número recorde de 3,5 milhões de visitantes em 2015, segundo dados da Caribbean Tourism Organization (CTO). O crescimento do número de visitantes foi de 17,4% em relação ao ano anterior, o maior do Caribe, o que não é pouco para uma região que vive basicamente de turismo e abriga algumas das ilhas mais belas do mundo.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

O aumento não foi nenhuma surpresa, já que o governo cubano vinha divulgando dados sobre o avanço do turismo desde setembro, mas não deixa de ser impressionante, principalmente por entrever o que está por vir. Dos 3,5 milhões de visitantes, 1,3 milhões vieram de ‘outros mercados’, categoria da pesquisa que inclui os Estados Unidos, embora americanos ainda não possam visitar o país livremente.

Em março, o governo Obama anunciou novas medidas para facilitar o trânsito entre a ‘terra das oportunidades’ e a ‘ilha de Fidel’. Cidadãos americanos podem ir a Cuba por conta própria a partir de agora, sem precisar comprar um pacote de uma agência de viagens. Mas eles ainda devem assinar uma justificativa de que a viagem é educacional, e não de férias.

Mas o que Cuba tem, além do desejo despertado por conhecer o que até então era ‘fruto proibido’? Para começar, você já viu fotos de Cuba? Ou melhor, das praias de Cuba? Estamos falando da maior ilha do Caribe e isso significa muitas, mas muitas praias. A maioria funciona no esquema americano dos resorts, no qual cada hotel tem sua praia particular. São poucas as faixas de areia públicas ou onde é possível se hospedar em casas de família (não há pousadas ou hostels em Cuba). As mais famosas são Varadero, Cayo Largo – onde só é possível chegar de avião -, e Cayo Guillermo.

Mas há belezinhas próximas das cidades que podem ser uma ótima opção de bate-volta, caso você não curta o clima ‘resortão americano’. Cayo de las Brujas e Cayo Santa Maria têm trechos públicos e podem ser acessados de táxi desde a pequena Remedios. Já Maria Aguilar está a apenas 15 minutos de carro de Trinidad.

Só a beleza das praias de Cuba já valeria uma viagem até lá, mas a ilha ainda é terreno fértil para quem busca história e cultura. O país praticamente ‘parou no tempo’ graças ao embargo comercial levantado pelos Estados Unidos ainda na década de 60 na tentativa de derrubar o governo socialista.

Não existem produtos básicos, desde papel higiênico e sabonete até material de construção ou carros. Isso quer dizer que a maioria dos prédios e automóveis de Cuba tem mais de 50 anos! Internet é uma coisa super recente, que pode ser acessada apenas nas praças centrais de cada cidade ou na recepção dos grandes hotéis – mediante a compra de um cartão que vale por uma hora.

Ver esse mundo paralelo, conversar com os cubanos, dançar nos animados bailes de salsa e ainda aproveitar uma bela praia são experiências incríveis, mas que também exigem uma boa preparação por parte do turista. Não basta ver fotos de Cuba e querer embarcar, é preciso pesquisar dicas úteis para viajar a um lugar cujo comércio opera em duas moedas, cartões de crédito não são aceitos e não é possível reservar hotéis pelo ‘Booking’. Mas nós garantimos que vale a pena!

Veja 90 fotos de Cuba, a ilha que foi de Fidel por 90 anos e que reabriu suas portas para o mundo:

*** O Escolha Viajar esteve em Cuba em novembro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais