Página inicial EuropaMônaco O que fazer em Mônaco: luxo, realeza e praia em apenas 24 horas

O que fazer em Mônaco: luxo, realeza e praia em apenas 24 horas

por Escolha Viajar
Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Dizer que é possível conhecer um país inteirinho em apenas 24 horas é algo que soa estranho aos ouvidos dos brasileiros. Afinal, vivemos em um território de dimensões continentais, e não é possível sequer visitar uma cidade como São Paulo em um dia, quem dirá o Brasil todo… Outras nações compartilham conosco essa imensidão territorial, como os Estados Unidos, a Austrália e a China. Mas é claro que existem também países pequenos… MUITO pequenos. O Vaticano é o menor Estado do mundo, com uma área de apenas 44 hectares, enquanto o principado de Mônaco é o segundo. O reino governado pelo príncipe Albert II é do tamanho de apenas 200 campos de futebol! Por isso é tão fácil saber o que fazer em Mônaco e conhecer tudo em apenas 24 horas.

⇒ FOTOS DE MÔNACO! Veja o reino do luxo, iates, carrões e belas praias
⇒ PREPARE-SE! Saiba se você precisa de visto para viajar a 55 países

O ditado ‘tamanho não é documento’ se aplica perfeitamente a esse principado, localizado na famosa Côte D’Azur, na fronteira entre a França e a Itália. Em sua área de 202 hectares vivem nada menos do que 37.800 pessoas, o que o torna a nação soberana com maior densidade demográfica do mundo. Curiosamente, a maioria dos habitantes de Mônaco não nasceu lá, e sim nas vizinhas França e Itália, com quem o principado tem acordo de livres fronteiras. O que é uma pena, pois os monegascos de nascimento não pagam impostos ao governo, jamais… Bateu aquela inveja, não é mesmo?

Isso acontece porque Mônaco é um país riquíssimo – e também caríssimo -, um paraíso fiscal famoso por abrigar alguns dos maiores milionários do mundo. Basta caminhar alguns minutos pelas ruas do principado para dar de cara com Maseratis e Ferraris de todas as cores, lojas da Chanel e Hermês, iates dominando as baías e ‘jet setters’ com os cabelos ao vento em seus carros conversíveis.

Todo esse mundo de glamour e dinheiro nasceu junto com o Cassino de Monte-Carlo, cujo rendimento é tão grande que sustenta sozinho o Estado de Mônaco. O turismo também ajuda, é claro, hehe. Não é à toa que o principado recebe todos os anos um dos maiores eventos do esporte mundial: o Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Não bastasse o luxo, a ostentação, o esporte, você ainda terá muito o que fazer em Mônaco se for um fã da realeza. O principado é governado pela mesma família real – os Grimaldi – desde sua fundação, em 1297, e já teve estrela de Hollywood e campeã olímpica entre seus membros, além de ser cercada pelos tradicionais escândalos. Se você não for um fã da vida entre quem tem sangue azul, Mônaco talvez possa oferecer um atrativo mais verde: a praia de Mala, em Cap D’Ail, é considerada a mais bonita da Riviera Francesa e esta logo ali ao lado.

Depois de já ter deixado você babando de vontade de conhecer Mônaco, ainda vale dizer que o principado é facinho de visitar, todo percorrível a pé, sendo que você pode usar o balneário francês de Nice como base, pois ele está localizado a apenas 20 minutos de trem, é servido por um grande aeroporto e tem preços muito mais atrativos. É claro que, se o seu orçamento de viagem permitir, passar uma noite em Mônaco também é uma experiência única. Ainda mais se for para apostar no Cassino de Monte-Carlo. Veja outras ideias sobre o que fazer em Mônaco em apenas 24 horas:

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!
O que fazer em Mônaco –  Igreja de Sainte-Dévote

A Igreja de Sainte-Dévote é normalmente o primeiro ponto turístico que você vai ver em Mônaco, já que ela fica logo do lado de fora da estação de trem. Esta capela do século XI é dedicada à santa padroeira do principado e da família real dos Grimaldi. A entrada é gratuita. Da Sainte-Dévote, você segue até a avenida e dobra à esquerda para seguir direto até a Place du Casino.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Cassino de Monte-Carlo

O ponto alto de qualquer passeio a Mônaco é o Cassino de Monte-Carlo. Ele foi construído em 1863 por Charles Garnier, o arquiteto da Ópera de Paris.  Dezenas de turistas se reúnem do lado de fora todos os dias, para tirar fotos tendo a bela fachada como fundo. Para entrar, é preciso ter mais de 18 anos e portar documento de identidade.

Turistas podem visitar o local das 9h às 12h. O ingresso custa 10 euros e a duração média da visita é de 40 minutos. Quem quiser arriscar a sorte nas mesas deve chegar a partir das 14h portando vestimentas adequadas (não são permitidos shorts ou chinelos). O cassino fecha no fim de semana do GP de Mônaco de Fórmula 1.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Circuito de rua do GP de Fórmula 1

Tomando a esquerda da fachada do cassino, você encontra uma escadaria de onde se tem a melhor vista das curvas percorridas todos os anos no Grande Prêmio de Mônaco de Fórmula 1. Como o circuito é de rua, durante o resto do ano qualquer um pode rodar sobre o seu traçado, sempre marcado pela tradicional zebra branca e vermelha no chão. Descendo pelas curvas da Fórmula 1 e seguindo a rua, você chega à avenida beira-mar. Para a direita, estará o famoso túnel do GP de Mônaco…

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Jardim Japonês

… E para a esquerda da avenida beira-mar, batizada de Princesse Grace, você vai encontrar um recanto pitoresco e delicioso para uma pausa durante seu passeio: o Jardim Japonês. O espaço verde de 7.000 m² faz um contraste perfeito com o skyline e os rochedos que emolduram as baías do principado. A entrada é gratuita, das 9h ao pôr do sol.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Porto Hercule

Voltando ao cassino e, agora, tomando à direita da fachada, você desce pela Avenida d’Ostende até encontrar o Porto Hercule. Vários caminhos levam até a marina, onde centenas de iates ancorados compõem aquele cenário de Mônaco que sempre povoou a nossa imaginação. Percorra todo o píer, parando em algum dos bares ou restaurantes para beber um drinque refrescante. Aproveite a pausa, porque do outro lado do porto está a escadaria de subida para o Palácio do Príncipe.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Palácio dos Príncipes

O Palácio dos Príncipes situa-se no alto de uma colina, onde se chega através de uma escadaria que sobe desde o Porto Hercule, tendo sido erguido sobre uma fortaleza genovesa em 1215. Pelo lado de fora do edifício destaca-se a Torre Sainte Marie, em pedras brancas; pelo de dentro, a Sala do Trono, ornamentada com uma grande lareira. O palácio abre para visitação todos os dias de 2 de abril a 31 de outubro, exceto no sábado e domingo de F1. O ingresso custa 8 euros.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Place du Palais

Na Place du Palais- ou Praça do Palácio, localizada em frente ao Palácio dos Príncipes -, você pode admirar a cerimônia da troca da Guarda dos Carabineiros, que acontece todos os dias às 11h55. Percorrendo os mirantes localizados por todos os lado da praça, se desenham sob os seus pés belas vistas das baías de Mônaco, com o Porto Hercule de uma lado e o Porto de Fontvieille do outro.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Catedral de Mônaco

Construída em 1875, a Catedral de Mônaco está localizada a poucos metros do Palácio do Príncipe. A igreja ficou mundialmente conhecida em 1956, quando serviu de cenário para o casamento do príncipe Rainier III com a atriz Grace Kelly, estrela de Hollywood e musa do diretor Alfred Hitchcock. A sepultura de Grace é uma das atrações da catedral, lugar de descanso final de todos os governantes do principado. A entrada é gratuita, mas turismo não é permitido durante as missas.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Promenade Cap D’Ail

Descendo do Palácio do Príncipe em direção ao Roseiral Princesse Grace, você chega à Avenida Albert II e segue por ela até cruzar a fronteira de saída de Mônaco e entrada em Cap D’Ail, já na França. É da praia Marquet, logo ao lado do principado, que começa o caminho beira-mar que leva à praia mais bonita da Riviera Francesa: a Mala. Embora não esteja localizada dentro de Mônaco, muitos turistas a incluem em seu roteiro pelo principado, pois a caminhada de cerca de 45 minutos é brindada com belas vistas do litoral da Côte D’Azur.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Mônaco – Praia Mala

Depois de 45 minutos percorrendo a ‘Promenade Cap D’Ail’, você chega à escadaria que dá acesso à praia Mala, lá embaixo. Embora esteja localizada na Côte D’Azur, Costa Azul em francês, aqui o tom das águas é verde e combina com o marrom dos rochedos pontilhados de casas brancas. A praia é pequena, possui dois restaurantes e costuma ficar lotada nos dias de verão. Logo acima de Mala, existe a estação de trem Cap D’Ail, de onde você pode retornar a Mônaco de forma menos cansativa para uma noite no cassino, ou seguir diretamente para Nice.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Mônaco em agosto de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais