Página inicial EuropaÁustria Confira 8 dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Confira 8 dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Viena é um lugar muito agradável e fácil de se visitar. Limpa, arborizada, organizada, eficiente, charmosa e acolhedora, ela parece sorrir para todos os viajantes que desembarcam no aeroporto de Flughafen Wien ou na estação de Hauptbahnhof . Não é à toa que a capital austríaca foi eleita a melhor cidade do mundo para viver por nada menos do que seis anos consecutivos!  Então, é preciso mesmo dar dicas de Viena para quem vai viajar para lá?

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM VIENA e pagar barato
⇒ GUIA DE VIAGEM VIENA: Tudo o que você precisa saber!

Digamos que sempre há alguns detalhes que podem ajudar a tornar a sua experiência na terra do belo Danúbio azul ainda mais inesquecível. Saber qual época do ano não é a ideal para viajar, os custos que essa viagem pode acarretar e como reduzi-los são alguns deles. De quebra, descubra uma atração turística da cidade que nem todo mundo sabe que existe e que é puro charme e nostalgia: a roda-gigante Wiener Riesenrad.

Confira oito dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar:

Dicas de Viena – Use e abuse do transporte

O transporte público em Viena é extremamente eficiente e barato, portando use e abuse sem preocupações. Toda a região metropolitana da cidade é atendida por uma única rede, cuja sigla é VOR, e um ticket VOR é aceito em qualquer meio de deslocamento: metrô, trem, ônibus ou tram (os bondes modernos). Existem vários tipos de tickets, desde para uma única viagem (2,20 euros) até passes ilimitados que valem por 24 (7,60 euros), 48 (13,30 euros) ou 72 horas (16,50 euros) e que são os mais populares entre os turistas. Para todas as modalidades e preços, consulte o site oficial.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Praticamente todas as atrações turísticas de Viena estão concentradas no coração da cidade, dentro da chamada ‘Ringstrasse’, com exceção do Palácio de Schonbrunn. Mas é claro que o transporte é muito útil para quem não gosta de caminhar, para quem gosta mas chega no fim do dia com as pernas latejando de tanto passear ou para ir e voltar do aeroporto/estação carregando uma mala. Além disso, possibilita que você se hospede fora do centro histórico, onde é mais caro ficar.

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Evite viajar no verão

Embora suas fotos fiquem lindas com o céu azul azul e os dias sejam tão longos que você consegue ver muitas atrações, o verão (junho a agosto) não é uma boa época para se viajar a Viena. Primeiro, porque a cidade lota com a chegada das férias escolares no Hemisfério Norte do mundo. Isso significa que não apenas os próprios austríacos e europeus estarão livres para viajar para Viena como também americanos, canadenses, chineses e demais orientais. As consequências são preços nas alturas, dificuldades de encontrar vagas de hospedagem, longas filas e atrações turísticas super muvucadas.

Em segundo lugar, porque Viena pode ser surpreendentemente quente no verão! Aquela imagem da cidade toda coberta de neve derrete rapidinho na mente quando você encara temperaturas próximas dos 40ºC. Sem contar que o verão europeu é extremamente seco, então não rola nem aquela chuvinha tropical para refrescar o fim de tarde. E, assim como em todos os países onde o frio predomina na maior parte do ano, a Áustria tem sua infraestrutura preparada para o inverno, não para o verão.

Isso significa que os prédios são feitos de materiais que absorvem calor, janelas de vidros muito grossos e aberturas minúsculas e calefação central, o que os transforma em verdadeiras estufas à prova de ventilação. Além disso, ar condicionado e ventilador são objetos raros, principalmente se você precisa se hospedar em acomodações mais simples e econômicas. Se realmente for viajar para Viena nessa época, garanta que o seu hotel tem algum tipo de refrigeração! E, assim como os vienenses, procure fontes onde molhar os pés ferventes no fim do dia.

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Prepare o bolso para comer

Viena não é uma cidade barata para se visitar em termos gerais e um dos fatores que mais contribuem para isso é o preço da comida. Dois pratos de ‘schnitzel’ – o tradicional bife à milanesa austríaco – acompanhados de bebida, saem por dolorosos US$ 28 em um restaurante simples do centro histórico. Se fizer duas refeições por dia, é um gasto de US$ 56 por casal, fora os lanchinhos nos intervalos. Portanto, se quiser comer sempre em restaurantes durante sua viagem, é bom preparar o bolso (veja aqui o relato completo de quanto custa viajar para Viena)!

A melhor alternativa para fazer refeições e gastar pouco são as barraquinhas de comida, muito populares na cidade. Um box de salsicha picada com batatas fritas ou de kebab custa cerca de US$ 4. Você pode pedir talheres de plástico e levar seu lanche para fazer um piquenique em uma das belas praças ou parques de Viena, o que não custa absolutamente nada. Para acompanhar, uma lata de cerveja ou refrigerante sai por mais ou menos US$ 1 nos supermercados. Adotando essa tática, você pode baixar de US$ 56 para cerca de US$ 25 a média de gasto diário com comida por casal!

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Os jardins são de graça

Preços de atrações turísticas são outro fator que encarecem uma viagem a Viena. As entradas nos famosos palácios de Schönbrunn e Hofburg custam cerca de US$ 15. Mas todos os parques e jardins da cidade, e não são poucos, têm entrada absolutamente gratuita! Inclusive os jardins de Schönbrunn (na foto), que ficou conhecido como ‘Versailles da Áustria’ exatamente por ter uma área verde tão bela quanto a projetada por André Le Nôtre para Luís XIV, o Rei Sol.

Além de Schönbrunn, você pode desfrutar também dos jardins do Palácio Belvedere, decorados com canteiros, fontes e esfinges (!). Isso sem falar nos parques de Viena, que são uma delícia e um convite a piqueniques ou simplesmente se atirar à sombra, principalmente no verão e na primavera. Não deixe de visitar o Burggarten, logo ao lado do Hofburg e onde fica a famosa estátua de Mozart; e o Stadtpark, onde passa o belo Danúbio azul (ou pelo menos o que restou dele).

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Visite a roda-gigante mais antiga do mundo

Nem todo mundo sabe disso, mas a roda-gigante mais antiga do mundo fica em Viena! A Wiener Riesenrad foi construída em 1897 e passou por poucas e boas, como ser atingida por bombardeios durante a Segunda Guerra Mundial, mas foi restaurada e chegou até nossos dias muito charmosa com seus vagões de madeira e luzes de neon brilhando ao entardecer.

Ela tem pouco menos de 65 metros de altura e já não impressiona muito perto de gigantes como a Singapore Flyer – 165 metros – mas foi a maior do mundo durante pelo menos seis décadas. A Wiener Riesenrad fica em um parque de diversões localizado no Parque Prater,  no Leopoldstadt, o segundo distrito de Viena. O acesso pode ser feito pela estação Praterstern das linhas 1 e 2 do metrô.

O horário de funcionamento muda conforme a época o ano, podendo ir das 9h até as 23h45 (na dúvida, consulte o site). O ingresso para uma volta simples custa 9,50 euros, mas, se preferir algo mais exclusivo e luxuoso, há vagões privativos onde são oferecidos café da manhã, jantares romântico e até mesmo casamentos para quem estiver disposto a pagar o preço.

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Dicas de Viena – Passeie à noite

Aproveite o fato de Viena ser uma cidade 100% segura e não deixe de fazer passeios noturnos. Se ela já é linda sob a luz do sol, fica ainda mais charmosa sob a luz do luar e das estrelas! Caminhe pelas ruas do centro histórico – ou ‘Innere Stadt’ -, sente nas fontes e praças, beba uma taça de vinho nos restaurantes e aprecie as igrejas, prédios e monumentos iluminados.

O ponto de partida pode ser a Stephansplatz, onde fica a impressionante Catedral de São Estêvão. Dê uma passada pela Igreja de São Pedro, ou ‘Peterskirche’; pela Coluna da Santíssima Trindade de Pestsäule, pela Igreja de São Miguel, ou ‘Michaelerkirche’; pela Avenida Tuchlauben e pela Albertinaplatz. Menção honrosa para a iluminação da Ópera Estatal de Viena, ou ‘Wiener Staatsoper’.

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Sem fotos nos palácios

Para tristeza suprema dos viajantes, é proibido tirar fotos no interior dos palácios imperiais de Schönbrunn e Hofburg (com exceção da coleção de prataria). Chega a dar dor no coração, porque ambos são lindos e dá muita vontade de levar essa recordação não só na mente, mas também no cartão de memória da câmera. É claro que sempre há gente que se faz de desentendida e tira fotos de qualquer forma. Mas, como um bom turista, você vai respeitar as normas, não é mesmo? Além disso, a proibição ajuda a tornar o passeio pelos palácios muito menos muvucado e bem mais fluído!

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Viena – Brasileiros não precisam de visto prévio

Brasileiros não precisam de visto prévio para viagens a turismo, por até 90 dias, nos 26 países europeus que fazem parte do Espaço Schengen, inclusive a Áustria. Esta é uma zona de livre circulação nas fronteiras, o que quer dizer que você só carimba o passaporte no primeiro e no último país pelo qual for passar. Mas, para entrar no Schengen como turista, é preciso ter em mãos uma série de documentos para comprovar que você não está imigrando ou planejando passar mais tempo que os 90 dias permitidos.

Leve com você um passaporte válido por pelo menos seis meses, a passagem de saída do Espaço Schengen, reservas de hotéis (quem se hospeda em casa de família ou amigos deve preencher uma carta-convite própria de cada país), comprovantes de que possui renda para pagar a viagem (dinheiro, extrato dos cartões de débito ou carta do banco especificando o limite do cartão de crédito) e comprovante de que tem emprego fixo no Brasil, se for possível. Além disso, é obrigatório contratar um seguro de saúde internacional no valor de 30 mil euros. Além de conferir a documentação do viajante, as autoridades poderão fazer uma entrevista para confirmar as informações prestadas.

Dicas de Viena que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl & Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Viena em julho de 2015 ***

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais