Página inicial EuropaFrança O que ver no Louvre: Roteiro por 19 obras que são imperdíveis [com mapas]

O que ver no Louvre: Roteiro por 19 obras que são imperdíveis [com mapas]

por Escolha Viajar
Fachada do Museu do Louvre com a pirâmide de vidro em frente

O Louvre de Paris é nada mais nada menos do que o mais importante e conceituado museu do mundo. Ele ocupa mais de 73 mil m² onde estão em exposição nada menos do que 35.000 obras de arte. É museu que não acaba mais! Por isso, muita gente chega sem saber o que ver no Louvre e acaba perdendo horas e horas. Mas não se preocupe! Elaboramos uma lista com as 19 obras essenciais o que ver no Louvre e vamos ensinar o caminho até cada uma delas – com mapas.

⇒ Reserve já seu hotel em Paris e garanta os melhores preços! ⇐

Para entender porque o museu é tão gigantesco, é preciso voltar um pouquinho na história. O Louvre foi construído originalmente para ser uma simples fortaleza medieval. Mas, em 1190, acabou sendo transformado em residência da família real francesa. Quando a Revolução Francesa chegou e levou com ela as cabeças do Rei Luís XVI e da Rainha Maria Antonieta, o palácio ficou inabitado. Acabou por ser convertido em museu em 1793.

As coleções do museu são agrupadas em oito departamentos: antiguidades egípcias, antiguidades gregas, etruscas e romanas; antiguidades do Oriente Médio, arte islâmica, pinturas, esculturas, artes decorativas, e impressões e desenhos. O Louvre não exibe arte moderna! As peças mais antigas tem 7.000 anos de idade e as mais recentes datam de 1848. O segredo para visitar este museu e não achar um porre é planejar com antecedência o que ver no Louvre.

Coleção de arte egípcia é um dos destaques o que ver no Louvre

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

Isso é fundamental, porque o lugar é muito, mas muito grande MESMO. Pesquise na internet o que é do seu interesse e monte um ‘roteirinho’ antes de sair do hotel. No próprio site do Louvre você pode entrar na descrição de cada peça e descobrir em qual parte do prédio ela está em exibição – acesse aqui. Para facilitar a sua vida, já fizemos uma lista com as 19 obras essenciais do museu.

O que ver no Louvre? 19 obras que são imperdíveis

1 → Quadro ‘Mona Lisa’, de Leonardo da Vinci
2 → Escultura ‘Vênus de Milo
3 → Esculturas ‘Escravo Morrendo‘ e ‘Escravo Rebelde‘, de Michelangelo
4 → Código de Hamurabi
5 → Escultura ‘Psiqué Reanimada pelo Beijo de Eros‘, de Canova
6 → Túmulo de Phillippe Pot
7 → Escultura ‘Vitória Alada de Samotrácia
8 → Quadro ‘A Virgem das Rochas’, de Leonardo da Vinci
9 → Quadro ‘São João Batista‘, de Leonardo Da Vinci
10 → Quadro ‘As Bodas de Caná‘, de Paolo Veronese
11 → Quadro ‘A Coroação de Napoleão‘, de Jacques Louis David
12 → Quadro ‘A Liberdade Guiando o Povo‘, de Eugène Delacroix
13 → Escultura ‘Escriba Sentado
14 → Quadro ‘Gabrielle d’Estrées e Uma de Suas Irmãs‘, de Pomarède Vincent
15 → Quadro ‘A Rendeira‘, de Johannes Vermeer
16 → Quadro ‘Retrato de Luís XIV‘, de Hyacinthe Rigaud
17 → Fundações do Louvre medieval
18 → Grande Esfinge de Tanis
19 → Escultura ‘Cavalos de Marly

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Vale notar que esta é uma seleção sem pretensões, pois não somos especialistas em arte. Ela foi elaborada com base em tudo o que pesquisamos antes de visitar o museu e também na beleza do que vimos nas três vezes em que estivemos no Louvre. Mais adiante no texto, daremos todos os detalhes sobre as obras, com fotos e mapas de como visitá-las. Antes, vamos explicar quando ir, como comprar seus ingressos, como chegar, por onde entrar e como se locomover no Louvre.

Visitantes do Museu do Louvre admiram a escultura Vênus de Milo

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

⇒ QUANTO CUSTA VIAJAR PARA FRANÇA? Prepare seu bolso ⇐

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!

Horários de funcionamento do Louvre

O museu abre todos os dias, MENOS NAS TERÇAS-FEIRAS. Fica fechado também nos feriados de 1º de janeiro, 1º de maio de 25 de dezembro. O horário de funcionamento é das 9h às 18h, sendo estendido até as 21h45 nas quartas e sextas-feiras. Atenção ao fato de que a famosa coleção de arte egípcia fica fechada aos visitantes nas sextas-feiras.

Pirâmide do Louvre vista do segundo andar do museu

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

⇒ COMO VISITAR A TORRE EIFFEL? Tudo o que você precisa saber ⇐


Como comprar ingressos para o Louvre

Os ingressos para o Louvre custam 17 euros e podem ser adquiridos com antecedência aqui. Você precisa pagar mais 3 euros de taxa de reserva, mas entra com hora marcada, sem filas ou espera. Ingresso + aluguel de audioguia custa 39 euros e pode ser comprado com antecedência aqui. Dá para comprar ingresso na hora? Dá, mas você pode enfrentar longas filas dependendo do horário em que fizer a visita e da época em que for viajar. Não recomendamos.

O Louvre aceita também o Paris Museum Pass, que é um passaporte turístico que dá direito a entrada em inúmeras atrações da cidade. Se você for visitar muitas atrações em Paris, recomendamos fazer porque vale a pena. Para mais informações, acesse aqui o site do Museum Pass. Atente que há filas diferentes e devidamente sinalizadas para quem não tem ingresso, para quem tem ingresso da internet e para quem vai entrar com o Museum Pass.

Visitas guiadas saem diariamente, em inglês, às 11h00 e 14h00. Os ingressos custam 12 euros e só podem ser comprados na bilheteria e no mesmo dia da visita. Se quiser garantir o seu passeio com antecedência, você pode optar por contratar um tour guiado de fora do museu. Nós recomendamos o do Get Your Guide. O custo é de 65 euros e a reserva pode ser feita aqui. Tem dia de entrada gratuita? Tem. É o primeiro domingo de cada mês, mas apenas de outubro a março.

Visitante admira quadros de uma das alas do Museu do Louvre

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

⇒ 7 BATE-VOLTAS SAINDO DE PARIS que você não pode perde ⇐


Como chegar ao Museu do Louvre

O Museu do Louvre está localizado no coração de Paris, na margem direita do Rio Sena – ou ‘rive droite’ – e muito perto de diversas outras atrações turísticas da cidade. A mais próxima e o Jardin des Tuileries, que fica logo em frente ao prédio do museu. Logo além dele, está a famosa Place de la Concorde, com seu obelisco (20 minutos de caminhada).

E, dela, você desemboca no início da Avenida dos Champs-Élysées, que pode ser toda percorrida a pé até se chegar ao Arco do Triunfo (45 minutos andando no total, desde o museu). Se caminhar na direção oposta, pela beira do rio, você avistará a Ile de la Cité. São apenas 20 minutos andando até chegar à Catedral de Notre Dame de Paris. Para chegar ao Louvre usando transporte público também são muitas as opções.

A mais popular e prática é claro que é o metrô. Você deve pegar as linhas 1 ou 7 e descer na Estação Palais Royal–Musée du Louvre. De ônibus, todas as seguintes linhas param em frente à pirâmide: 21, 24, 27, 39, 48, 68, 69, 72, 81 e 95. Quem chegar a bordo do Batobus – o barco que funciona como um ônibus no Rio Sena -, deve desembarcar na Estação Louvre.

⇒ O QUE FAZER EM PARIS: 16 atrações que são imperdíveis ⇐


Por onde entrar e se locomover dentro do Louvre

Para ingressar no prédio, existem seis possibilidades: Pirâmide, Porta das Artes, Porta dos Leões, Carroussel du Louvre, Passage Richelieu e Rue de Rivoli, 99. Quem vem do metrô pode entrar diretamente pelo Carroussel du Louvre, que é um conjunto de lojas que fica no subsolo e tem acesso ao hall principal do museu. Quem vem do lado de fora pode escolher a entrada que lhe for mais conveniente (confira cada uma delas no mapa logo abaixo).

Note que a da pirâmide é a principal e, por isso, a que costuma ter as filas mais longas. Desde os atentados terroristas de 2015, o prédio implementou um esquema de segurança mais rígido e não é permitido entrar com bolsas, malas ou mochilas maiores do que 55 x 35 x 20 cm. Você pode levar sua câmera fotográfica ou filmadora, mas para uso somente sem flash.

Visitantes fazem fila na entrada da pirâmide do Louvre

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

Uma vez dentro do espaço e passada a bilheteria, você estará no hall principal, onde é possível pegar um mapa do museu com indicações das localizações de algumas obras e tirar eventuais dúvidas no balcão de informações (você também pode baixar o mapa aqui).  O museu se divide em três alas – Richelieu, Sully e Denon – que ocupam os cinco andares do edifício, sendo três acima do chão e duas no subsolo. Cada vez que você entrar em uma ala, terá de apresentar o ingresso novamente.

Por isso, uma boa forma de organizar a visita é percorrer todas as obras de cada ala, voltando ao hall principal no fim de cada uma e partindo dali novamente para a próxima. Outra forma é dividir o percurso por andares, mas isso pode acarretar em ocasionais voltas ao hall principal para se chegar às peças pretendidas.

Mapa mostra todas as entradas do Museu do Louvre

⇒ CASTELO DE CHANTILLY: Como visitar saindo de Paris ⇐


Quanto tempo demora para visitar o Louvre?

Você já deve ter percebido que é preciso reservar algumas horas para conhecer o museu, não é mesmo. Recomendamos que você se programe para ficar um turno inteiro lá – manhã, tarde ou noite -, pois leva pelo menos quatro horas para você visitar as principais obras. O museu é gigantesco e leva um bom tempo para se deslocar entre as alas, fora todas as vezes que você vai se perder pelas galerias que parecem não ter fim.

‘E se eu quiser ver apenas a Mona Lisa e ir embora’? Sinceramente, não vale a pena pagar o preço da entrada no Louvre só para isso. A Mona Lisa é um quadro pequeno, que fica distante do público, está coberto por um vidro à prova de balas e exige um belo saco de paciência para enfrentar a multidão de chineses com suas câmeras telescópicas que se abarrota na frente. Uma muvuca só. Melhor ver uma foto na internet e guardar seu dinheiro para algo que lhe interesse de verdade.

Quadro Mona Lisa é cercado por visitantes do Museu do Louvre

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

⇒ O QUE FAZER EM REIMS: Roteiro de 1 dia saindo de Paris ⇐


Como encontrar as 19 obras imperdíveis do Louvre

Falando na Mona Lisa, vamos ensinar como encontrar as 19 obras essenciais o que ver no Louvre. Elas foram divididas por andares e, ao lado de cada uma, colocamos sua localização exata dentro do museu, sinalizada pelo nome da ala e o número da sala. Para facilitar ainda mais, incluímos um mapa de cada andar e suas peças.

O que ver no 1º subsolo do Louvre

  • Fundações do Louvre medieval (ala Sully, sala 133)
  • Grande Esfinge de Tanis (ala Sully, sala 338)
  • Escultura ‘Cavalos de Marly’ (ala Richelieu, sala 102)

Mapa das obras no 1º subsolo do Museu do Louvre

Embora não seja uma obra, achamos super interessante colocar nesta lista as fundações do Louvre medieval, que podem ser vistas no subsolo do palácio e que datam de 1190. São um ótimo exemplo da grandiosidade da engenharia medieval. Representando a vastíssima coleção de arte egípcia do Louvre, escolhemos a impressionante Grande Esfinge de Tanis, que data de 2.600 AC. A Escultura Cavalos de Marly costumavam adornar a Avenida dos Champs-Élysées.

⇒ O QUE FAZER EM ESTRASBURGO: Roteiro de 1 dia saindo de Paris ⇐


O que ver no térreo do Louvre

  • Escultura ‘Vênus de Milo’ (ala Sully, sala 345)
  • Esculturas ‘Escravo Morrendo’ e ‘Escravo Rebelde’, de Michelangelo (ala Denon, sala 403)
  • Código de Hamurabi (ala Richelieu, sala 227)
  • Escultura ‘Psiqué Reanimada pelo Beijo de Eros’, de Canova (ala Richelieu, sala 403)
  • Túmulo de Phillippe Pot (ala Richelieu, sala 210)

Mapa das obras do térreo do Museu do Louvre

O Código de Hamurabi é um monumento monolítico onde foi gravado o primeiro conjunto de leis escrito da humanidade. Entre as esculturas desta andar, destacam-se a Vênus de Milo, que possivelmente é a segunda obra mais importante do museu; a comovente Psiqué Reanimada pelo Beijo de Eros; o túmulo de Phillippe Pot, exemplo de realismo da Idade Média francesa; e os impressionantemente realistas escravos Morrendo e Rebelde, de Michelangelo.

⇒ JARDINS DE MONET: Como visitar saindo de Paris [passo a passo] ⇐


O que ver no 1º andar do Louvre

  • Escultura ‘Vitória Alada de Samotrácia’ (ala Denon, sala 703)
  • Quadro ‘A Virgem das Rochas’, de Leonardo da Vinci (ala Denon, sala 710)
  • Quadro ‘São João Batista’, de Leonardo Da Vinci (ala Denon, sala 710)
  • Quadro ‘Mona Lisa’, de Leonardo da Vinci (ala Denon, sala 711)
  • Quadro ‘As Bodas de Caná’, de Paolo Veronese (ala Denon, sala 711)
  • Quadro ‘A Coroação de Napoleão’, de Jacques Louis David (ala Denon, sala 702)
  • Quadro ‘A Liberdade Guiando o Povo’, de Eugène Delacroix (ala Denon, sala 700)
  • Escultura ‘Escriba Sentado’ (ala Sully, sala 635)

Mapa das obras do 1º andar do Museu do Louvre

A gigantesca Vitória Alada de Samotrácia é uma obra-prima da escultura da Grécia Antiga. Não poderia faltar nessa lista a já mencionada Mona Lisa, já que trata-se de nada mais, nada menos do que a obra de arte mais famosa do mundo. Bem em frente a ela está outra peça de destaque: o gigantesco quadro As Bodas de Caná, que é o maior do acervo com seus 677 cm por 994 cm. Do acervo egípcio, destacamos neste andar a escultura do Escriba Sentado (cerca de 2.500 AC).

Para quem quiser conhecer mais da obra de Leonardo da Vinci, incluímos na lista outras duas belas pinturas do gênio italiano que estão em uma sala bem próxima da Mona Lisa: A Virgem das Rochas e São João Batista. Ainda neste andar se destacam outros dois quadros: A Coroação de Napoleão, que mostra todo o esplendor e poder do Império Napoleônico; e A Liberdade Guiando o Povo, que se tornou a imagem símbolo da Revolução Francesa.

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM PARIS e gastar pouco dinheiro ⇐


O que ver no 2º andar do Louvre

  • Quadro ‘Gabrielle d’Estrées e Uma de Suas Irmãs’, de Pomarède Vincent (ala Richelieu, na sala 824)
  • Quadro ‘A Rendeira’, de Johannes Vermeer (ala Richelieu, sala 837)
  • Quadro ‘Retrato de Luís XIV’, de Hyacinthe Rigaud (ala Sully, sala 916)

Mapa das obras do 2º andar do Museu do Louvre

Neste andar, destacam-se apenas pinturas:  os quadros Gabrielle d’ Estrées e Uma de Suas Irmãs, que retrata a principal amante do rei Henrique IV; A Rendeira, que é o quadro mais famoso de Johannes Vermeer; e o popular Retrato de Luís XIV, a imagem do Rei Sol que costumamos ver nos livros de história.

⇒ ROTEIRO DE VIAGEM NA FRANÇA: 20 dias de Nice a Paris ⇐


O que ver no Louvre depois da visita às obras

Quando der a visita ao interior do Louvre por encerrada, procure sair pelo subsolo do museu. Desça até o nível -2 e siga as placas para o metrô. Em meio a um monte de lojas, você vai dar de cara com a pirâmide invertida, que é uma irmã menor da estrutura que fica em frente ao museu. Rende fotos muito legais! Depois, saia para a superfície e vá admirar o belíssimo exterior do museu, que, como você leu mais acima, já foi um palácio real.

Além do conjunto histórico, o grande destaque do lado de fora é a famosa pirâmide – dessa vez a irmã maior, virada para cima -, que compõe um dos cartões-postais mais clássicos de Paris. O conjunto todo fica ainda mais bonito quando as fontes estão ligadas. Se puder faça sua visita ao Louvre da parte da noite. Assim, quando sair, verá o prédio, as pirâmides e as fontes lindamente iluminadas. Nem preciso dizer que as fotos ficam sensacionais!

Pirâmide invertida localizada no subsolo do Museu do Louvre

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve na França em julho/2011, agosto/2015 e setembro/2018 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

22 comentários

Calíope Trindade Oliveira 23 de setembro de 2019 - 16:38

Excelente! Muito boa a ideia de colocar os mapinhas com as localizações das obras que você indica. Parabéns!

Responder
Escolha Viajar 28 de setembro de 2019 - 12:33

Olá, Calíope!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Matheus 15 de setembro de 2019 - 11:25

Me ajudou muito! Muito obrigado.

Responder
Escolha Viajar 21 de setembro de 2019 - 20:34

Olá, Matheus!
Ficamos muito felizes em ajudar na sua viagem.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Cibele 7 de julho de 2019 - 19:34

Olá, adorei as dicas! Mas fazendo este tour de inteiro sugerido quanto tempo mais ou menos eu gastaria? Obrigada!

Responder
Escolha Viajar 13 de julho de 2019 - 17:22

Olá, Cibele!
Para ver tudo você vai ter que ficar uma manhã ou tarde inteiras no Louvre. Calculo que pelo menos quatro horas sejam necessárias.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Marina Sacoman 19 de junho de 2019 - 01:25

O melhor post que vi sobre o Louvre! Parabéns!

Responder
Escolha Viajar 29 de junho de 2019 - 17:15

Olá, Marina!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Bárbara Braga Cavalcante 28 de janeiro de 2019 - 02:19

Muito bom, obrigada !

Responder
Escolha Viajar 2 de fevereiro de 2019 - 10:11

Olá, Bárbara!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Janaina 17 de janeiro de 2019 - 10:31

O melhor post com as obras localizadas! Parabéns!

Responder
Escolha Viajar 20 de janeiro de 2019 - 22:58

Olá, Janaina!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Valéria - Viajar Paris 26 de outubro de 2018 - 13:25

Olá, parabéns pelo post. Vivo pesquisando onde estão as obras do museu e esse foi o post mais completo e prático que já li. Show de bola!

Responder
Escolha Viajar 27 de outubro de 2018 - 12:43

Olá, Valéria!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Daniela Vieira 23 de outubro de 2018 - 18:13

Ótimas dicas!!! Obrigada!!

Responder
Escolha Viajar 27 de outubro de 2018 - 12:44

Olá, Daniela!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Cícero Ramos de Souza 24 de setembro de 2018 - 22:26

Me tire uma dúvida, se possível. Comprando o ingresso no site do museu, como eu recebo o mesmo?

Responder
Escolha Viajar 30 de setembro de 2018 - 20:35

Olá, Cícero!
Você vai receber o ingresso por e-mail para que seja impresso.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
VANDILMA SILVA BASILIO 8 de setembro de 2018 - 11:48

Maravilhoso site! aprendi demais…faço facul e vamos paticipar da Feira das Nações, com tema Adm sem fronteiras, esse seu artigos me ajudou demais, despertou o interesse pela França. Parabens!

Responder
Escolha Viajar 10 de setembro de 2018 - 19:33

Olá, Vandilma!
Ficamos felizes em ajudar.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Nara Marcon 9 de junho de 2018 - 04:09

Ótimas dicas !!! Me ajudou muito

Responder
Escolha Viajar 10 de junho de 2018 - 15:51

Olá, Nara!
Ficamos muito felizes em ajudar na sua viagem.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais