Página inicial OceaniaFiji Confira 10 dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Confira 10 dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

A República das Ilhas Fiji é um país de colonização inglesa e indiana, composto por 332 ilhas localizadas na porção mais magnificamente azul do Pacífico Sul e que fazem fronteira marítima com Tuvalu, Vanuatu, Tonga, Ilhas Salomão e com os territórios franceses de Nova Caledônia, Wallis e Futuna. Soa basicamente como ir ao fim do mundo, embora não seja tão complicado assim. De qualquer forma, se você vai encarar o custo e o deslocamento que uma viagem dessas exige, é bom conferir algumas dicas de Fiji antes de embarcar.

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM FIJI e pagar pouco em ilhas lindas
⇒ GUIA DE VIAGEM FIJI: Tudo o que você precisa saber!

Antes de mais nada, saiba que algumas das praias e ilhas mais lindas do mundo ficam por lá. Não, não ficam no Brasil – nem de longe! -, nem na Tailândia, nem na Polinésia, embora esta última seja uma dura concorrente. Estão em Fiji. Então, mesmo que tenha de encarar uma série de limitações, como custo elevado, horas e horas em aviões e barcos, ausência de sinal de internet, água salgada no banho, comida ruim e caranguejos noturnos, vai valer a pena.

Confira 10 dicas de Fiji e saiba como desbravar esse paraíso escondido nos confins da Oceania:

Dicas de Fiji – Como chegar

Apesar de toda sua fama e beleza, o conjunto de 322 ilhas no sul do oceano Pacífico que forma Fiji nunca caiu no gosto do turismo brasileiro. Um dos fatores que determina isso é a distância e a dificuldade de transporte que nos separam de lá. Para chegar a Fiji, é preciso pegar um voo do Brasil até Auckland, na Nova Zelândia, ou Sydney, na Austrália (ambas viagens de, no mínimo, 19 horas), para só então embarcar para Nadi (mais quatro horas), a cidade que serve como base para o turismo pelo país. Isso sem contar o tempo de transporte até a ilha ou praia que serão seu destino final de férias.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Imagem: Google Maps/Reprodução


Dicas de Fiji – Prepare-se para gastar bastante

Fiji é um país caro de se visitar. Uma viagem de 12 dias não sai por menos de US$ 1.000 (sem passagem aérea), mesmo com muito esforço para economizar. O transporte e tours de barco são o que mais encarecem a viagem. Para se ter uma ideia, o bilhete de três dias do Yasawa Flyer, que percorre o arquipélago das Yasawa, custa US$ 92. O passeio de um dia inteiro pelo arquipélago das Mamauca para conhecer a Ilha Modriki, onde foi gravado o filme ‘Náufrago’, sai por US$ 90. Outro fator que eleva os preços de uma viagem a Fiji é hospedagem.

Normalmente, existe apenas um hotel em cada ilha, com exceção das porções de terra maiores (em Mana Island, por exemplo, há três). Há ilhas com caríssimos resorts cinco estrelas, ilhas com grandes hotéis que também oferecem acomodações com preços em conta, e ilhas com pousadas familiares muito simples, sem água doce para tomar banho e com luz elétrica na base do gerador. Uma diária na Ilha Drawaqa, que oferece desde quartos compartilhados até bangalôs de luxo, parte de US$ 61,25. Confira aqui o relato completo de quanto custa viajar para Fiji.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Esqueça a tecnologia

Se você é do tipo que não consegue se desligar do computador ou smartphone, Fiji com certeza não é o seu lugar. Este é um país para andar com flores na cabeça, pés descalços na areia e esquecer o mundo lá fora. Raros são os hotéis nas ilhas que oferecem sinal de internet e, quando há, cobram os olhos da cara por uma hora de sinal lento como uma carroça.

E não adianta comprar um chip de telefone, porque não pega. Aliás, às vezes nem cartão de crédito é aceito por conta da ausência de conexão. Por isso, é bom perguntar com antecedência se será possível pagar pelos serviços com dinheiro de plástico ou se é preciso retirar dinheiro de verdade em um caixa eletrônico antes de embarcar.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Como se locomover

Se quiser explorar a fundo a diversidade de belezas deste país, vale a pena comprar um passe de barco das companhias Awesome Fiji ou South Sea Cruises e se deslocar pelas inúmeras ilhas dos dois arquipélagos mais turísticos de Fiji: Yasawa e Mamanuca. Os ferries partem da marina de Denarau, na cidade litorânea de Nadi, e operam no mesmo esquema que os ônibus de turismo ‘hop on, hop off’: você compra um bilhete válido por determinado número de dias e desce na ilha escolhida, podendo pegar o barco novamente no dia seguinte ou ficar pelo tempo que quiser.

Mesmo que seu passe vença, basta subir a bordo do barco e comprar outro na hora. Mas é importante notar que não é permitido o primeiro embarque, na marina de Denarau, sem que você tenha reserva em um hotel nas ilhas, seja para estadia, seja para um ‘day tour’. Você também pode comprar bilhetes com datas fechadas de ida e volta ou para um único trajeto (consulte os sites das empresas para informações sobre rotas e horários). Não existem píeres na maioria das ilhas, e cada hotel precisa enviar um barco até o ferry para buscar seus hóspedes.

Muita gente se hospeda em Nadi e fica fazendo ‘day tours’ para as ilhas mais próximas, mas esse com certeza é o jeito errado de conhecer Fiji. Você só terá acesso ao arquipélago das Mamanuca, perdendo toda a beleza de Yasawa. Além disso, as ilhas próximas de Nadi costumam ficar lotadas de turistas, e você nunca terá aquela sensação indescritível de estar sozinho em algumas das praias mais lindas do mundo. Se não quiser perder tempo com barcos e tiver um orçamento de viagem alto, você pode se deslocar até as ilhas alugando um hidroavião. Mas prepare o bolso!

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Como escolher suas ilhas

Para escolher quais ilhas serão o seu destino, é preciso pesquisar bastante antes de embarcar para Fiji. Como já dissemos acima, os arquipélagos mais belos e populares entre os turistas são os das Yasawa e Mamanuca. Ambos são compostos por cerca de 20 ilhas habitadas, onde normalmente só existe um hotel e, talvez, um vilarejo minúsculo. Algumas porções de terra maiores abrigam dois ou três hotéis, mas que dificilmente se comunicam entre si. Ou seja, faça a reserva com consciência de onde você está indo parar, principalmente porque algumas ilhas ficam a até cinco horas de barco de distância.

Além disso, Fiji abriga desde resorts cinco estrelas frequentados por astros de Hollywood até pousadas familiares muito simples, sem água doce encanada e luz elétrica fornecida por gerador. Para encontrar aquele que cabe no seu bolso e nos seus sonhos, pesquise muito em sites de avaliação de hospedagem, como o ‘Booking’ e o ‘TripAdvisor’. Outra página que é uma mão na roda é a Awesome Fiji, que além de vender bilhetes de ferry também faz reservas em vários hotéis espalhados pelas ilhas, dando fotos e uma descrição detalhada de cada um deles. Confira aqui nossas sugestões de onde se hospedar em Fiji.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Alimentação restrita

Como normalmente não existe nada na ilha além do hotel, as diárias em Fiji costumam ser no regime de pensão completa. Ou seja, com todas as refeições incluídas. Por isso, de novo, é preciso atenção na hora de escolher o tipo de ilha/hotel em que vai ficar, pois as pousadas familiares dificilmente oferecem opções de refeições que não sejam a que está incluída na diária. Então, se você não gosta de peixe e esse é o menu do dia, acaba sem ter opção de outra coisa para comer.

Mas, em hotéis de médio e grande porte, isso não é problema, pois os restaurantes e bares costumam vender lanches, aperitivos e mesmo pequenas refeições em separado da que já está incluída no preço (por um valor extra, é claro). Vegetarianos e adeptos de dietas sem glúten também não precisam se preocupar, pois as duas opções normalmente são oferecidas. Bebidas não costumam estar incluídas nas refeições dos hotéis, a não ser água. E é claro que tudo o que contiver álcool é pago à parte.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Não se assuste com os caranguejos

Esses bichinhos costumam sair da toca às centenas nas ilhas mais isoladas de Fiji quando a noite cai. Em muitas delas, você verá os habitantes locais saindo para caçá-los com baldes gigantes no meio da escuridão. O destino final é a panela ou o mercado. Portanto, não se assuste com barulhos em meio à grama e nem mesmo com ‘batidas’ nas portas e janelas depois do entardecer. Eles buscam pela luz e acabam parando nos bangalôs de hóspedes. E alguns são bem grandinhos!

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Um país de cinema

É mais uma curiosidade do que dica propriamente dita, mas você com certeza vai gostar de saber que várias produções cinematográficas de Hollywood foram gravadas nas ilhas Fiji! O primeiro sucesso surgiu em 1980, quando o país serviu de cenário para o polêmico ‘A Lagoa Azul’. Enquanto os críticos discutiam a nudez de Brooke Shields, o público se maravilhava com a história do casal de adolescentes que crescia em uma ilha selvagem, caminhava por praias brancas emolduradas por coqueiros e nadava em mares translúcidos junto com centenas de peixes coloridos.

Não foi à toa que o filme recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Fotografia daquele ano. Hoje, não se pode visitar o local das gravações, onde existe um hotel de luxo particular, mas o filme ajudou a espalhar a imagem de Fiji pelo mundo e a alimentar o turismo no país, que é uma grande ‘lagoa azul’ para qualquer lugar que se lance os olhos. Mas existe outro grande sucesso filmado em Fiji e do qual se pode visitar o cenário: trata-se de Modriki Island, localizado no arquipélago das Mamanuca.

O nome soa estranho aos ouvidos, mas quando o barco se aproxima, você divisa uma inscrição feita com cocos nas areias da praia: ‘help me, Wilson!’. Isso mesmo, Modriki é a ilha onde Tom Hanks se vê sozinho durante anos depois de um acidente aéreo no mega sucesso ‘O Náufrago’, de 2000. O lugar é tão lindo que você acaba se perguntando por que o personagem de Tom Hanks queria tanto fugir de lá, hehe. Você pode alugar um barco particular para ir até lá, ou fazer o tour Seaspray Day Sailing Adventure.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Quando não viajar

O clima nos arquipélagos que compõem o país é tropical, com temperatura praticamente estável na casa dos 30°C o ano todo. Fiji tem apenas duas estações, mas não seca e chuvosa como costumamos ver em outras nações tropicais, e sim quente e fresca. A primeira ocorre de novembro a abril, enquanto a segunda vai de maio a outubro. Mesmo na estação ‘fresca’, a temperatura média é de 22ºC. A época de chuvas coincide com a estação quente e, embora não seja grave como as monções do sudeste asiático, pode chegar em forma de tempestades fortes. O mês mais chuvoso é geralmente março, enquanto o mais seco é julho.

Como Fiji é um destino quase que exclusivamente de praias, melhor evitar do que correr o risco de ir até o outro lado do mundo e ficar preso no hotel, não é mesmo? Mas o período de novembro a abril – especialmente janeiro e fevereiro – traz algo além da precipitação para a região: os ciclones tropicais. Em fevereiro de 2016, Fiji foi atingido pela primeira vez por um ciclone da categoria cinco, a mais forte existente. Batizado de Winston, o fenômeno matou mais de 40 pessoas e causou destruição pelas ilhas.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Fiji – Brasileiros não precisam de visto

Brasileiros não precisam de visto para viagens de turismo a Fiji (por até 90 dias), mas é necessário fazer vacina contra a febre amarela. Ao entrar no país, você deve apresentar um passaporte válido por pelo menos três meses e o certificado internacional de vacinação. Saiba aqui como fazer a vacina contra febre amarela.

Dicas de Fiji que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Fiji em janeiro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

4 comentários

Diogo 15 de janeiro de 2020 - 20:16

Estarei em março pela Austrália e queria ir pra Fiji, mas pelo jeito, março é o pior período mesmo.

Responder
Escolha Viajar 17 de janeiro de 2020 - 21:56

Olá, Diogo!
Infelizmente, março é, historicamente, o mês em que mais chove em Fiji. No entanto, os arquipélagos das Mamanuca e Yasawa costumam ser menos atingidos pelas chuvas do que as demais ilhas que compõem o país. Clima é sempre uma questão de sorte: fomos em janeiro e vimos apenas um dia de chuva, justo quando saímos das Mamanuca e Yasawa. Não costumamos recomendar que você corra riscos em relação ao clima, mas, como essa é uma parte do mundo para onde é difícil voltar, talvez você decida tentar a sorte e ir a Fiji em março mesmo.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Bruna 17 de novembro de 2018 - 19:37

Você acha que è melhor evitar janeiro???
Queria ir esse começo de ano

Responder
Escolha Viajar 24 de novembro de 2018 - 15:10

Olá, Bruna!
Se você puder evitar viajar em janeiro, é melhor. Mas, se não, tente concentrar seu roteiro nos arquipélagos das Yasawa e Mamanuca, onde a ocorrência de chuvas é normalmente menor pela barreira natural das montanhas das ilhas. Nos sete dias em que estivemos lá em janeiro de 2015, não vimos uma nuvem no céu. Mas fora delas, o tempo já era bem chuvoso.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais