Página inicial OceaniaFiji Saiba onde se hospedar em Fiji e pagar barato em praias lindas

Saiba onde se hospedar em Fiji e pagar barato em praias lindas

por Escolha Viajar
Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Decidir onde se hospedar em Fiji pode ser algo bem complicado, especialmente para quem viaja com orçamento reduzido. Este conjunto de ilhas do Pacífico Sul é mundialmente conhecido por seus resorts exclusivos e com diárias a preços exorbitantes, mas é possível sim conhecer algumas praias deslumbrantes de Fiji sem gastar todas as economias de uma vida. Primeiro, saiba os dois arquipélagos mais procurados pelos turistas são os das Ilhas Yasawa e das Ilhas Mamanuca. Para chegar até eles, você deve voar para a cidade de Nadi, onde fica a Marina de Denarau e de onde partem todos os barcos com destino aos dois arquipélagos.

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM FIJI e pagar pouco em ilhas lindas
⇒ GUIA DE VIAGEM FIJI: Tudo o que você precisa saber!

Segundo, saiba que pesquisar e escolher onde se hospedar em Fiji é um processo que pode tomar algum tempo e exige atenção aos detalhes. Existem desde albergues e pousadas familiares muito simples até grandes resorts espalhados pelas ilhas, então pode demorar até que você encontre um que ofereça o conforto que quer pelo preço que pode pagar. Leia com cuidado a descrição do estabelecimento e a avaliação que outros hóspedes deixarem em sites como o ‘Booking’ e o ‘HostelWorld’, pois muitos deles não têm coisas que para nós são básicas e mínimas, como banho de água quente e doce, acesso à internet ou mesmo luz elétrica 24 horas por dia.

Além disso, a maioria dos hotéis onde se hospedar em Fiji fica absolutamente isolado em suas praias e ilhas, o que significa que uma escolha ruim pode resultar em vários dias de férias perdidos em um lugar que não era nada daquilo que você queria e sem ter para onde fugir! Para ter uma boa ideia de onde ficam, como são alguns dos principais hotéis de Fiji e como funciona o transporte até eles, existem dois sites que podem ser consultados: o Awesome Fiji (Yasawa) e o South Sea Cruises (Mamanuca). No primeiro, pode-se inclusive comprar pacotes de transporte + estadia, mas é claro que você paga uma taxa por isso.

Confira a seguir algumas sugestões de onde se hospedar em Fiji em quatro ilhas diferentes por preços que estão entre os mais baixos do país todo.  São acomodações bastante simples, mas, assim que você colocar os pés em Fiji vai entender que não precisa de nada além de um biquíni (ou sunga), protetor solar, cerveja gelada e uma cama para cair de noite, depois de passar o dia todo curtindo algumas das praias mais incríveis do mundo!

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Onde se hospedar em Fiji – Ilhas Yasawa por US$ 68

O Barefoot Manta Island é uma das acomodações mais populares do arquipélago das Yasawa, tanto para mochileiros como para quem tem orçamento para um bangalô privado. Isso porque a Ilha Drawaqa, onde ele está localizado, tem duas praias lindas, é cercada por pontos de mergulho e snorkel e o hotel ainda oferece um bar animado para as noites estreladas de Fiji. É possível chegar até o Barefoot de hidroavião ou a bordo do ferry Yasawa Flyer, que percorre a rota do arquipélago diariamente. De barco, são três horas de viagem desde a Marina de Denarau, em Nadi.

A estrutura do Barefoot Manta Island é bastante simples, mas trata-se efetivamente de um hotel, e não de uma pousada familiar. Além de funcionários para atendê-lo 24 horas, há um bar com ‘happy hour’, aperitivos e atividades noturnas, centro de snorkel e mergulho e uma quadra de vôlei de praia – esporte muito popular em Fiji. Boias e redes estão à disposição dos hóspedes ao longo das duas praias da ilha, que ficam a poucos metros de distância uma da outra. Conexão WiFi está disponível por um (alto) custo extra, e o sinal é ruim.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

O Barefoot Manta Island oferece uma dúzia de bangalôs de palha a poucos passos do mar, sendo alguns compartilhados por até quatro pessoas, outros privados com banheiro coletivo e ainda bangalôs com banheiro privado. As diárias partem de US$ 28 para os dormitórios e de US$ 85 para as habitações particulares. Todos os quartos tem mosquiteiro e ventilador, o que é essencial para enfrentar o calor de Fiji e suas insuportáveis moscas. Outro ponto positivo é que a água do banho é doce, e não salobra como em muitos hotéis mais simples, embora não tenha aquecimento. A luz elétrica está disponível 24 horas.

Assim como em quase todos os estabelecimentos onde se hospedar em Fiji, o regime de pensão completa é obrigatório. Isso significa que o hotel serve as três refeições do dia (café da manhã, almoço e janta), com menu e horários fixos, por um custo extra. No Barefoot Manta Island, o pacote custa US$ 30 por noite de hospedagem. Se for vegetariano ou tiver intolerância a glúten/lactose, deve avisar a recepção assim que chegar, para que eles tenham tempo de providenciar pratos adaptados.

Gostou do Barefoot Manta Island? Clique aqui e faça sua reserva! Você não paga nenhuma tarifa adicional. Ainda na dúvida sobre onde se hospedar nas Ilhas Yasawa? Clique aqui e pesquise outras opções através do site de hotéis ‘Booking’.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Onde se hospedar em Fiji – Ilhas Yasawa por US$ 56

Localizado na Ilha de Matacawalevu, o Long Beach Resort é uma pousada familiar muito simples, apesar do nome pomposo. Gerido e habitado apenas pela família ao qual pertence, é o lugar ideal para quem quer isolamento, tranquilidade e uma praia deslumbrante, sem se incomodar com acomodações básicas. Aliás, a Long Beach, como já diz o nome, é a praia mais longa das Yasawa. Para chegar a Matacawalevu, é preciso embarcar no ferry Yasawa Flyer, que percorre a rota do arquipélago diariamente. São quatro horas de viagem desde a Marina de Denarau, em Nadi.

O Long Beach Resort é composto de uma minúscula recepção, onde se vende bebidas e alguns poucos salgadinhos, uma sala de refeições e meia dúzia de bangalôs espalhados pelo jardim, a poucos passos do mar. Algumas redes e espreguiçadeiras não muito bem conservadas ficam à disposição dos hóspedes ao longo da praia. A única atividade disponível na ilha é fazer um pequeno passeio de barco até a Blue Lagoon, excelente ponto de snorkel e cercada por uma belíssima praia. Não há sinal de internet no Long Beach, mesmo que você tenha comprado um chip.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Os bangalôs do Long Beach não são os tradicionais de palha, como se vê em muitas fotos de Fiji, mas construções comuns. Há alguns compartilhados por até oito pessoas e outros privados, todos com banheiro particular. As diárias partem de US$ 56 para os dormitórios e de US$ 105 para as habitações privadas. Os quartos têm ventilador, o que é essencial para enfrentar o calor de Fiji e suas insuportáveis moscas, mas a luz elétrica é fornecida por gerador e funciona apenas em determinados horários do dia, sendo desligada às 22h. A água do banho é salobra e não tem aquecimento.

Assim como em quase todos os estabelecimentos onde se hospedar em Fiji, o regime de pensão completa é obrigatório. Isso significa que o hotel serve as três refeições do dia (café da manhã, almoço e janta), com menu e horários fixos, por um custo extra. No Long Beach Resort, o pacote já está incluso no preço do quarto. Se for vegetariano ou tiver intolerância a glúten/lactose, deve avisar a recepção assim que chegar, para que eles tenham tempo de providenciar pratos adaptados.

Ainda na dúvida sobre onde se hospedar nas Ilhas Yasawa? Clique aqui e pesquise outras opções através do site de hotéis ‘Booking’.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Onde se hospedar em Fiji – Ilhas Mamanuca por US$ 40

Ao contrário das Yasawa, onde há uma boa variedade de albergues, é complicado encontrar acomodações de baixo custo nas Ilhas Mamanuca. Este arquipélago fica muito mais próximo de Nadi, tornando o acesso fácil para famílias e a construção de grandes resorts. Portanto, se quiser se hospedar nesse lugar paradisíaco e pagar pouco, não há muita escolha além do Mana Lagoon Backpackers. Ele fica em Mana Island e pode ser acessado no barco do próprio hostel (é preciso solicitar o transporte por e-mail), ou a bordo do ferry da South Sea Cruises, que faz o trajeto de uma hora e meia algumas vezes por dia.

O lugar é muito básico e oferece pouquíssimo conforto, mas fica de frente para uma praia de tirar o fôlego e a 20 minutos de caminhada de outra, que consideramos a mais linda de Fiji. Não há sequer uma recepção no hostel, que é composto basicamente dos quartos, uma área para refeições sombreada pé de areia, algumas palapas e espreguiçadeiras não muito bem conservadas à beira-mar e um restaurante, que é aberto ao público e oferece uma boa variedade de pratos. Há sinal de internet e conexão de WiFi disponível por um custo extra (o preço é alto e o tempo, curto).

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

O Mana Lagoon Backpackers não oferece os populares bangalôs, mas quartos distribuídos em dois prédios baixos comuns, de madeira. Há dormitórios para de seis a até 10 pessoas, habitações privadas com banheiro coletivo e com banheiro particular. As diárias partem de US$ 15 para os quartos compartilhados e de US$ 62 para os privativos. Os quartos são muito simples, mas têm ventilador, o que é essencial para enfrentar o calor e as moscas de Fiji. A luz elétrica é fornecida por gerador e funciona apenas em determinados horários do dia, sendo desligada à 1h. A água dos chuveiros é doce, mas fria.

Assim como em quase todos os estabelecimentos onde se hospedar em Fiji, o regime de pensão completa é obrigatório. Isso significa que o hotel serve as três refeições do dia (café da manhã, almoço e janta), com menu e horários fixos, por um custo extra. No Mana Lagoon Backpackers, o pacote custa US$ 26 por noite de hospedagem. Mas, como o albergue abriga também um restaurante, você tem a opção de pedir pratos diferentes daqueles oferecidos no regime – desde que esteja disposto a pagar extra, é claro.

Ainda na dúvida sobre onde se hospedar nas Ilhas Mamanuca? Clique aqui e pesquise outras opções através do site de hotéis ‘Booking’.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Onde se hospedar em Fiji – Coral Coast por US$ 38

Quem tem um orçamento de viagem apertado e não pode permanecer muito tempo circulando pelas caríssimas Yasawa e Mamanuca, tem como opção se hospedar por alguns dias na Coral Coast, uma área de praias que fica na ilha principal de Fiji, chamada de Viti Levu. A Coral Coast fica a cerca de uma hora e meia de distância de Nadi e pode ser acessada de ônibus de linha ou contratando um transfer diretamente com o hotel. É nessa região que fica o descontraído Beachouse, um hostel popular entre surfistas e viajantes com pouco dinheiro no bolso.

O albergue possui uma pequena praia particular que, embora não possa ser comparada às das ilhas, é muito bonita, cercada pela sombra das palmeiras e tem vista para um pôr do sol matador. Há redes e um balanço à beira-mar. O hostel oferece ainda piscina, salão de jogos, um restaurante com ‘happy hour’, aulas de surfe e caminhadas pelas cachoeiras da região. Há sinal de internet disponível e conexão WiFi gratuita na área comum (só funciona ao redor do bar).

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Os bangalôs do Beachouse são amplos, arejados e bastante confortáveis, todos com ventilador e mosquiteiro, e podem ser compartilhados por até seis pessoas ou privados. A água nos chuveiros é doce, mas não têm aquecimento. A luz elétrica funciona 24 horas por dia. As diárias partem de US$ 20 pela cama em dormitório e de US$ 77 pela acomodação particular.

Assim como em quase todos os estabelecimentos onde se hospedar em Fiji, o regime de pensão completa é obrigatório. Isso significa que o hotel serve as três refeições do dia (café da manhã, almoço e janta), com menu e horários fixos, por um custo extra. No Beachouse, no entanto, apenas café da manhã e jantar fazem parte do pacote, sendo que há duas opções de prato para a última refeição do dia. O almoço é por conta do hóspede. O pacote custa US$ 18 por diária.

Gostou do Beachouse? Clique aqui e faça sua reserva! Você não paga nenhuma tarifa adicional. Ainda na dúvida sobre onde se hospedar na Coral Coast? Clique aqui e pesquise outras opções através do site de hotéis ‘Booking’.

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Fiji em janeiro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais