Página inicial ÁsiaCingapura O que fazer em Cingapura: 10 atrações que você não pode perder

O que fazer em Cingapura: 10 atrações que você não pode perder

por Escolha Viajar
O que fazer em Cingapura - Hotel Marina Bay Sands domina a Baía de Cingapura

Cingapura é uma minúscula cidade-Estado independente encravada no coração do sudeste asiático. A emancipação ocorreu em 1965, depois de o país passar pelas mãos de ingleses, japoneses e malaios.  Apesar de ter um custo de vida – e de turismo – bastante alto, Cingapura costuma ser recomendada como porta de entrada para os turistas novatos nessa parte do globo devido à diversidade cultural que abriga em meio a uma infraestrutura de primeiríssimo mundo. Embora a etnia predominante seja a chinesa, lá convivem malaios, indianos e muitos estrangeiros vindos de todas as partes do mundo para trabalhar nas sedes de grandes empresas. Mas há tanto para ver em um país de 710 quilômetros quadrados, área menor do que a de Campinas (SP)? Não só há muito o que fazer em Cingapura como várias atrações estão no Livro dos Recordes!

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM CINGAPURA: Do luxo ao super barato
⇒ GUIA DE VIAGEM CINGAPURA: Tudo o que você precisa saber!

Isso porque, na ausência de pontos turísticos naturais em um espaço tão pequeno e superlotados de prédios, o governo de Cingapura tratou de construir suas atrações. O país é famoso pelo gigantismo e pioneirismo de suas obras, entre elas o hotel Marina Bay Sands – que abriga a piscina de borda infinita mais alta do mundo. Outros recordes que podem ser conferidos em Cingapura são o de maior fonte do mundo – a Fountain of Wealth -, de segunda maior roda-gigante do mundo – a Singapore Flyer -, e o de maior painel de acrílico do mundo – em um dos tanques do Sea Aquarium.

Tudo isso regado a muitos shows de luzes, águas, música, névoa artificial e tudo o mais que a tecnologia puder oferecer. Portanto, leve o ditado ‘tamanho não é documento’ ao pé da letra e reserve pelo menos três dias de viagem para esta minúscula cidade-estado. Ela merece! Confira as 10 coisas o que fazer em Cingapura que você não pode perder:

O que fazer em Cingapura – Piscina do Marina Bay Sands

Passar uma noite no imenso hotel cinco estrelas Marina Bay Sands se tornou uma atração turística por excelência em Cingapura. Todos querem a chance de nadar na piscina de borda infinita mais alta do mundo, que fica no 57º andar do edifício. Mas prepare o bolso, porque esse é um ‘passeio’ caro. A diária do Marina Bay Sands não sai por menos de US$ 367, sem café da manhã (e o custo das refeições dentro do hotel também é bastante alto). Apesar disso, é um investimento de retorno garantido na forma de memórias inesquecíveis.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

⇒ Reserve já seu hotel em Cingapura e garanta os melhores preços! ⇐

Além de nadar na piscina, você tem uma vista sensacional da cidade, com a baía de Cingapura de um lado e o jardim tecnológico Gardens by the Bay do outro. Em ambos acontecem shows de luzes noturnos, que ficam totalmente diferentes quando assistidos do ângulo superior do terraço do hotel, ou mesmo da janela do seu quarto, caso esteja em um andar alto. A banheira, a cama ‘king size’ e as jacuzzis a céu aberto são mordomias que ajudam a justificar o preço de uma noite no Marina Bay Sands. Faça sua reserva com antecedência aqui!

O que fazer em Cingapura - Piscina do Marina Bay Sands

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Fountain of Wealth

Outro título que Cingapura detém no Guinness – O Livro dos Recordes – é o de abrigar a maior fonte do mundo. A Fountain of Wealth tem 13,8 metros de altura e ocupa uma área de 1.683 metros quadrados. Sua figura central é formada por um gigantesco anel de bronze de 66 metros de circunferência e que representa uma mandala. Localizada em meio ao centro comercial chamado Suntec City, a Fountain of Wealth não é uma atração apenas para os olhos.

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!

Em determinados horários ao longo do dia, suas portas são abertas para que o público possa interagir com a água e pedir boa sorte dando três voltas na fonte. A entrada é feita por uma porta localizada no shopping que fica abaixo da fonte, no subsolo do Suntec City. Se puder, faça uma visita noturna, quando as luzes coloridas deixam o conjunto ainda mais bonito.

O que fazer em Cingapura - Fountain of Wealth

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Singapore Flyer

Cingapura gosta mesmo de colecionar menções no Guinness Book – O Livro dos Recordes. Além de abrigar a piscina mais alta e a maior fonte do mundo, também fica por lá a segunda maior roda-gigante do planeta, a Singapore Flyer. A estrutura tem 165 metros de altura, 28 cabines com capacidade para 28 pessoas e demora 30 minutos para dar uma volta completa. Você pode comprar tickets para o dia ou para a noite a partir de US$ 25. Os bilhetes para passeios noturnos são mais disputados e se esgotam rápido.

⇒ Nunca viaje sem seguro saúde! Faça o seu já e garanta os melhores preços! ⇐

Os ingressos podem ser adquiridos pela internet, nos postos de turismo oficial espalhados pela cidade, nos hotéis ou na própria bilheteria da Singapore Flyer. Quem estiver com orçamento sobrando pode comprar um dos pacotes VIP, com direito a champanhe ao pôr do sol ou jantar vendo as luzes da cidade. O horário de funcionamento é das 8h30 às 22h30.

O que fazer em Cingapura - Singapore Flyer

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – SEA Aquarium

Pegando o expresso para Sentosa Island, você chega rapidamente ao complexo de resorts que abriga o SEA Aquarium de Cingapura. O lugar já perdeu o título de maior aquário do mundo há algum tempo, mas continua ostentando o de maior painel acrílico do planeta (na foto). Ele tem 36 metros de largura, 8,3 metros de altura e pesa mais de 250 mil quilos, lembrando uma gigantesca tela de cinema onde peixes, arraias e tubarões passeiam tranquilamente.

Outros destaques do lugar são o habitat dos tubarões e os coloridos tanques das águas-vivas. O SEA Aquarium abriga 100 mil animais de mais de 800 espécies em 42,8 milhões de litros de água. O ingresso pode ser comprado pela internet, nas bilheterias do local, nos hotéis ou nos postos oficiais de turismo da cidade. O preço é de US$ 24. O horário de visitação vai das 10h às 19h.

O que fazer em Cingapura - SEA Aquarium

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Merlion

O símbolo da cidade-Estado de Cingapura é o Merlion, um animal mitológico com cabeça de leão e corpo de peixe. Uma estátua dele que jorra água tem lugar nobre na baía da cidade, ao lado do hotel One Fullerton e bem de frente ao Marina Bay Sands. A estrutura tem 8,6 metros de altura e pesa 70 toneladas.

⇒ Vai alugar carro na viagem? Reserve já e garanta os melhores preços! ⇐

Além de point obrigatório para fotos, o Merlion também serve como ponto de partida para uma caminhada à beira-mar. Indo pela esquerda e atravessando a ponte de pedestres, você passará pelos Esplanade Theaters, pela plataforma flutuante e chegará até a ponte The Helix, que leva você diretamente até o Marina e oferece belas vistas da cidade.

O que fazer em Cingapura - Merlion

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Shows de luzes

Apesar de ser um lugar com custo de vida – e de turismo – altos, Cingapura oferece algumas atrações gratuitas ao turista. Entre elas, está o show de luzes e águas que acontece todos os dias em frente ao shopping do hotel Marina Bay Sands. As sessões de 15 minutos podem ser conferidas às 8h, 21h30 e 23h (este último horário apenas nas sextas e sábados).

O ideal é ver uma vez de pertinho e uma outra do lado oposto da baía. Deste segundo ângulo, você poderá observar o hotel cinco estrelas todo iluminado, com cores que mudam conforme a música e canhões de luz para todos os lados. Há ainda outro show de luzes e som gratuito na região: na Supergroove Tree do jardim tecnológico Gardens by the Bay. O espetáculo ocorre todos os dias às 19h45 e 20h45.

O que fazer em Cingapura - Shows de luzes

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Gardens by the Bay

O incrível jardim tecnológico Gardens by the Bay é outra das atrações de Cingapura que merece uma visita dupla: diurna e noturna, para ver o show de luzes na Supergroove Tree. Os jardins em si são de livre acesso e você só vai pagar se quiser entrar nas duas enormes estufas, que são a grande atração do parque. A ‘Flower Dome’ abriga canteiros de flora temática dos cinco continentes, inclusive gigantescos baobás africanos.

Já a ‘Cloud Forest’ é uma reconstrução do ambiente da floresta tropical, com direito a névoa artificial a cada duas horas e a uma enorme cachoeira. As duas estufas funcionam das 9h às 21h, e o ingresso conjunto custa US$ 21. A entrada pode ser comprada pela internet ou nas bilheterias do local. O show de luzes e som na Supergroove Tree é gratuito e ocorre todos os dias às 19h45 e 20h45.

O que fazer em Cingapura - Gardens by the Bay

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Chinatown

Como a etnia predominante na população de Cingapura é a chinesa, nada mais interessante do visitar o bairro chinês da cidade. Caminhar pelas ruas abarrotadas de Chinatown é uma aventura, principalmente nos sábados à noite, pois o lugar está sempre lotado de moradores locais e visitantes. Além de comprar eletroeletrônicos baratos, você pode encontrar todo tipo de produtos típicos chineses, como roupas e decorações. O lugar também é ideal para apreciar a culinária chinesa acompanhada da boa cerveja local, a Tiger.

O que fazer em Cingapura - Chinatown

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Boat Quay

Uma das áreas revitalizadas de Cingapura que se tornou referência de turismo é a Boat Quay. A rua na beira do rio que eleva o mesmo nome da cidade, reúne inúmeros restaurantes de variados sabores asiáticos, alguns com seus coloridos aquários de peixes e frutos do mar prontos para irem fresquinhos para o prato. A comida nesta região não é muito barata, mas a happy hour compensa. Os descontos nas bebidas começam às 11h e costumam durar até altas horas da noite.

O que fazer em Cingapura - Boat Quay

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer em Cingapura – Clarke Quay

Outra área revitalizada de Cingapura que se tornou referência de turismo é a Clarke Quay. É aqui que a noite de Cingapura acontece, sob as imensas e multicoloridas arcadas que abrigam inúmeros bares e baladas. Mas os preços são altos até para o padrão de Cingapura: um pint de cerveja chega a custar 14 dólares locais, o equivalente a US$ 10. Tanto que muita gente, principalmente jovens, costuma sentar na margem oposta para curtir a música e a movimentação, mas levando sua própria sacolinha de cervejas e salgadinhos comprados em lojas de conveniência. Seja qual for a sua opção, a diversão nesta parte da cidade é garantida!

O que fazer em Cingapura - Clarke Quay

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Cingapura em fevereiro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

1 comentário

Caio 31 de julho de 2016 - 04:32

Muito bom post! Voltarei ao país em breve, a primeira vez não tive tempo para conhecer tudo que gostaria!!

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais