Página inicial AméricaUruguai Confira 10 dicas de Montevidéu que você precisa saber antes de viajar

Confira 10 dicas de Montevidéu que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Dicas de Montevidéu para viajar

Estirada às margens do Rio da Prata, a capital do Uruguai atrai brasileiros tanto por sua proximidade quanto pela facilidade que é fazer turismo por lá. Montevidéu é uma cidade pequena, com uma área de apenas 200 km² e 1,3 milhão de habitantes, o que torna a locomoção simples e rápida, mesmo não existindo metrô. O clima? Tem quatro estações bem definidas, com frio no inverno e calor no verão. Nem mesmo trocar nossa desvalorizada moeda é um problema, já que casas de câmbios com cotações excelentes abundam no centro da cidade. Por que então alguém precisaria ler dicas de Montevidéu para viajar, se tudo parece se resolver sozinho?

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM MONTEVIDÉU e gastar pouco
⇒ GUIA DE VIAGEM MONTEVIDÉU: Tudo que você precisa saber!

Porque sem elas você não saberia que táxis em Montevidéu custam o olho da cara e são quase desnecessários, pois a rede de coletivos e o popular ‘expresso canela’ devem dar conta do recado. Do contrário, você pularia dentro do primeiro carro no aeroporto e acabaria amargando uma conta de mais de US$ 55! Sem elas, você não saberia que, mesmo tendo quatro estações bem definidas, faz MUITO frio no inverno em Montevidéu e MUITO calor no verão. É preciso escolher a época do ano certa para viajar! E porque sem elas você trocaria seu dinheiro antes de sair do Brasil, como se faz em 99% das viagens, pagando uma cotação bem mais alta do que a praticada na capital uruguaia.

Confira 10 dicas de Montevidéu que você precisa saber antes de viajar. Ou que pelo menos vão dar uma bela ajudinha, hehe:

Dicas de Montevidéu – Câmbio favorável

Você não precisa trocar seus reais ou dólares antes de ir para Montevidéu. O Uruguai é um dos poucos lugares do mundo onde é mais vantajoso fazer o câmbio in loco do que antes de embarcar. E não estamos falando de troca clandestina como ocorre na Calle Florida de Buenos Aires, mas de casas de câmbio oficiais, com nota e tudo o mais. Leve com você apenas alguns pesos emergenciais e deixe para trocar o restante quando o chegar ao centro da cidade. Há dezenas de casas de câmbio a poucos passos uma das outras da Avenida 18 de Julio e região, o que torna ainda mais fácil fazer comparações e chegar ao seu valor ideal. Elas abrem inclusive aos domingos, mas não até muito tarde.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Dicas de Montevidéu - Câmbio

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Clima (quando ir)

O Uruguai – e Montevidéu – tem um clima muito semelhante ao sul do Brasil: quatro estações bem definidas (nas mesmas datas que as nossas) e muito influenciadas pelo vento, que sopra do Rio da Prata e pode transformar um belo dia de sol em chuva e frio de uma hora para a outra. Falando em chuva, embora seja bem distribuída ao longo ao ano, as estações mais úmidas são a primavera e o inverno. Os meses com maior média de chuva na capital são fevereiro, março e outubro. Já os mais secos abril, junho e dezembro. É também na primavera e no inverno que sopra no país um vento frio chamado ‘Pampero’.

Se for viajar para Montevidéu no inverno, é bom estar bem preparado em termos de roupas, pois o termômetro pode chegar abaixo de zero – embora não se registre neve no Uruguai. E a sensação térmica fica ainda mais baixa por causa do já citado vento do Prata. As temperaturas médias em Montevidéu no inverno vão de 7ºC a 16ºC. Em compensação, no verão, o mesmo vento é um alívio sensacional para o calor, que pode bater na casa dos 40ºC. As temperaturas médias em Montevidéu nessa estação vão de 16ºC a 29ºC.

Já na primavera, o termômetro oscila, em média, ente os 9ºC e os 24ºC. No outono, vai de 10ºC a 25ºC. Por isso, as melhores épocas para viajar à capital do Uruguai são o verão (se você gosta de calor) ou o outono (se prefere dias mais amenos). Lembrando que Montevidéu tem praia – de rio, mas tem -, embora a temperatura da água não seja das mais agradáveis para fazer aquele ‘tchibum’, costumando ficar na casa dos 22ºC no auge do verão.

Dicas de Montevidéu - Use filtro solar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Preços bons, ‘pero no mucho’

O Uruguai é um país caro para se fazer turismo quando comparado aos seus colegas latino-americanos, embora seja possível viajar à capital gastando cerca de US$ 50, se você apertar um pouco o cinto. Não parece uma quantia alta, mas fica caro se prensarmos que é uma cidade pequena, onde quase não se gasta com transporte, e em que há poucas atrações turísticas onde pagar entrada. Mas, se você estiver disposto a abrir mãos de algumas comodidades, esta pode sair uma viagem barata. Isso inclui evitar ao máximo os táxis, que são caríssimos em Montevidéu, e ficar em um quarto compartilhado de hostel, já que hospedagem por lá beira preços europeus.

⇒ Vai para Montevidéu? Reserve aqui sua hospedagem pelo Booking ⇐

Mas não exclui fazer belas refeições regadas à boa cerveja uruguaia, uma das principais atrações do país! Um almoço no super turístico Mercado del Puerto custa US$ 42,60 para duas pessoas, com bebidas. Um jantar, também para duas pessoas, na popular rede de restaurantes La Pasiva sai por US$ 44,30. Já as saborosas cervejas uruguaias – destaque para a Norteña – custam entre US$ 1,65 e US$ 1,90 em lojas de conveniência. Uma garrafa de litrão, que é a medida de cerveja mais comum no país, sai por cerca de US$ 6 nos restaurantes da Avenida 18 de Julio, a principal de Montevidéu. Confira aqui o relato completo de quanto custa viajar para Montevidéu.

Dicas de Montevidéu - Custos

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Desfrute da culinária local

Os preços já demos nas dicas de Montevidéu acima, mas ainda não falamos do quão deliciosa é a comida do Uruguai. Isso transforma a culinária em uma das principais atrações turísticas de Montevidéu, se não a melhor delas! Todas as delícias das quais você sempre ouve falar estão ao alcance da boca: doce de leite (melhor que o argentino, na nossa modestíssima opinião), alfajor, torta Ramón Novarro (especialidade da cafeteria Cake’s, em Pocitos), empanada, pizza de fainá – um tipo de massa diferente do tradicional -, chivitos, hamburguesas e, é claro, o inigualável assado uruguaio: a parrilla.

Diferente do churrasco gaúcho brasileiro, o uruguaio – e argentino – é assado em uma grelha sobre o carvão em brasas. Os cortes mais populares – e deliciosos – são o assado de tira e o bife de chorizo. Mas, se quiser uma carne diferente do tradicional, prove o cordeiro. Nesse quesito, o Mercado del Puerto é parada obrigatória em Montevidéu. Não existe lugar melhor na cidade para provar a parrilla. Pro lá também é possível experimentar o Medio y Medio, bebida patenteada pelo Mercado del Puerto e que consiste em uma refrescante e deliciosa mistura de champanhe e vinho branco. Pelo custo-benefício, o Escolha Viajar recomenda o restaurante Estancia del Puerto. O atendimento é ótimo, a comida excelente e os preços, maravilhosos.

Dicas de Montevidéu - Comida

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Fica logo ali

Montevidéu é um dos destinos internacionais mais baratos e de fácil acesso que se pode encontrar a partir do Brasil (dependendo de onde você mora, é claro). De São Paulo, são apenas 2h35 de voo direto. Do Rio, três horas. De Porto Alegre, 2h15. Da capital gaúcha também é possível alcançar a capital uruguaia de ônibus. A jornada – operada pela empresa TTL – dura 12 horas e custa R$ 240 a poltrona convencional e R$ 370 a leito (preço de junho de 2017).

De carro, são 805 quilômetros de distância de Porto Alegre. Desde Chuí, a cidade gaúcha que faz fronteira com o Uruguai ao sul, são 325 quilômetros de estrada. Outra boa ideia é conhecer Montevidéu dando uma esticada em sua viagem a Buenos Aires. A capital argentina está logo do outro lado do Rio da Prata e o deslocamento entre as duas cidades é feito com os ferries da empresa Buquebus. A viagem direta dura 2h15, enquanto via Colonia del Sacramento são 4h30. As passagens custam a partir de R$ 285 (preço de junho de 2017).

Dicas de Montevidéu - Como chegar

Imagem: Google Maps/Reprodução


Dicas de Montevidéu – Você pode se decepcionar

É raro encontrar alguém que diga que não gostou de Montevidéu – ou de qualquer lugar, parece que isso é uma espécie de pecado turístico -, mas muita gente acaba se decepcionando com a capital do Uruguai. A maioria chega à cidade esperando encontrar uma mini Buenos Aires – que por sua vez é uma mini Paris -, só que essa não é a realidade da cidade vizinha. Montevidéu parou no tempo. Não tanto quanto Havana, é claro, mas caminhar por suas ruas onde predominam prédios em antigo estilo europeu também dá uma sensação de ter entrado no DeLorean de Marty McFly e ido parar direto no início do século XX.

Uma sensação nem sempre boa, já que parte do patrimônio histórico da capital uruguaia não está sendo preservado. Por isso, nem todo turista acaba saindo satisfeito de uma viagem a Montevidéu: alguns vêem uma cidade decadente, de preços um tanto salgados, sem atrações marcantes, agito ou grandes centros de compras. A beleza de Montevidéu está muito mais no que você vai sentir do que no que você vai ver: uma sede de país com clima de cidadezinha do interior, cujos habitantes caminham sem pressa pelas ruas – como se sempre fosse tarde de domingo -, bebem o típico tererê, olham as vitrines, degustam refeições deliciosas nas mesas nas calçadas, relaxam nas praças, tomam sol na praia…

Dicas de Montevidéu - Você pode se decepcionar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – O outro pôr do sol

O entardecer mais famoso do Uruguai é de longe o de Casapueblo, em Punta del Este – que é realmente matador, não perca. Mas existe pôr do sol nas águas em Montevidéu também! Como se estamos no litoral do Pacífico, virados para o leste e para onde o astro-rei nasce? No Rio da Prata! O lugar onde a magia acontece é o Farol de Punta Carretas. Ele está localizado na ‘rambla’, o calçadão à beira-rio, na altura do bairro de Punta Carretas. Erguido em 1876, o farol de 21 metros de altura ainda guia os barcos pelas águas do Prata e sua luz atinge 15 milhas de distância. A entrada para visitação é das 10h ao pôr do sol. Não encontramos preços atualizados do ingresso, que custava US$ 1 em 2010.

⇒ Vai para Punta del Este? Reserve aqui sua hospedagem pelo Booking ⇐
Dicas de Montevidéu - Pôr do sol

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Transporte fácil

Montevidéu é uma cidade pequena, com uma área de apenas 200 km² e 1,3 milhão de habitantes – segundo o censo de 2011. Isso torna o transporte algo fácil, pelo menos para o viajante, que muito provavelmente só vai se hospedar e locomover pelo centro histórico e bairros adjacente. A maioria das atrações turísticas – como o Mercado del Puerto, a Plaza Independencia e a Avenida 18 de Julio – está situada na região da Ciudad Vieja e podem ser acessadas a pé se você estiver em uma acomodação nessa região.

Para ir ou vir de Pocitos ou Punta Carretas, outras localidades onde há vários hotéis, basta pegar um ônibus urbano ou táxi – dependendo do quanto você quer gastar e do conforto que quer ter. A passagem de ônibus custa só US$ 1 e pode ser comprada diretamente com o motorista. Coletivos interligam o centro à Praia de Pocitos, ao Parque Rodó, ao Estádio Centenário e ao terminal rodoviário Tres Cruces. Já o aeroporto é um pouco mais complicado. É preciso encarar uma longa jornada com pelo menos dois ônibus, providenciar um transfer junto ao seu hotel ou amargar uma corrida de táxi de cerca de US$ 55 (ui).

Dicas de Montevidéu - Transporte

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Use filtro solar

Não, não estamos recitando aquele poema ridículo do Pedro Bial. Essa é uma dica VITAL para quem vai a Montevidéu, ou qualquer outro lugar do Uruguai, mesmo na época mais fria do ano. Não existe mais camada de ozônio sobre esta parte do continente – assim como no sul do Brasil e no norte da Argentina – e o sol pode provocar queimaduras drásticas, mesmo em quem vem de Estados mais quentes e acha que não pode ser afetado pelo clima dos pampas. A questão em Montevidéu não é quantos raios solares você está pegando, mas de qual tipo. E é o que mais queima e causa câncer.

Por isso, não abra mão do protetor quando for visitar a capital do Uruguai. Mesmo quando sopra aquele ventinho refrescante do Rio da Prata e você acha que nem está tão quente assim. É pior, porque você não sente o quanto sua pele está torrando! No inverno, embora os níveis de radiação sejam bem mais baixos, o frio e o vento também podem causar queimaduras nas partes do corpo que ficam para fora da roupa. Palavra de quem voltou de Punta del Este com o óculos desenhado na cara porque não acreditou nessa baboseira de filtro solar no frio…

Dicas de Montevidéu - Use filtro solar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Montevidéu – Brasileiros não precisam de visto

Brasileiros não precisam de visto para viagens a turismo para o Uruguai, por até 90 dias. Ao entrar no país, você deve apresentar um passaporte válido ou RG (desde que o documento tenha menos de 10 anos de emissão).

Dicas de Montevidéu - Visto

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Montevidéu em maio/2010 e dezembro/2016 ***

 

Posts relacionados

Deixe um comentário

6 comentários

ana carolina 12 de janeiro de 2019 - 17:15

muito boas as dicas. no periodo de carnaval , a cidade fica muito tumultuada?

Responder
Escolha Viajar 12 de janeiro de 2019 - 17:46

Olá, Ana Carolina!
Nunca estivemos em Montevidéu no Carnaval, mas a Carioca sem Fronteiras foi e não gostou nada. Confira no post dela: https://www.cariocasemfronteiras.com.br/dicas-para-nao-cair-furada-em-montevideu/.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
HELOISA E AILTON 28 de setembro de 2018 - 18:54

VAMOS AGORA EM OUTUBRO A MONTEVIDEO.
LA É FÁCIL A COMUNICAÇÃO?
NÃO FALAMOS ESPANHOL.
AMAMOS O SITE. PARABÉNS!

Responder
Escolha Viajar 30 de setembro de 2018 - 19:03

Olá, Heloisa e Ailton!
O espanhol é muito parecido com o português, então creio que não haverá maiores dificuldades. Peçam às pessoas que falem devagar e estudem algumas palavras básicas do vocabulário em espanhol antes de viajar.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder
Katiana 5 de março de 2018 - 07:51

Fui a Montevidéu em 2016 e li muitas coisas, mas, não conhecia o site de vocês. Se já tivesse, saberia da dica que os preços de lá são um pouco salgados, incluindo os táxis ( é de doer). Mas, é um país lindo, vale a pena conhecer!

Responder
Escolha Viajar 10 de março de 2018 - 22:01

Olá, Katiana!
Obrigada por compartilhar sua opinião conosco.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais