Página inicial AméricaEstados Unidos Confira 10 dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Confira 10 dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

por Escolha Viajar
Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Para quem costuma torcer o nariz ao pensar em incluir cidades administrativas em seu roteiro de viagem, saiba que Washington pode ser uma agradável surpresa. Assim como Brasília ou Camberra, é uma capital planejada e, portanto cheia de atrações oficiais como monumentos e memoriais. Mas ‘DC’ tem algo a mais. Talvez seja a tranquilidade de seus imensos parques e lagos, talvez o colorido das sempre presentes bandeiras, talvez a grandiosidade que os americanos colocam em tudo o que está ligado ao patriotismo. Seja o que for, é um destino que vale incluir no seu roteiro pelos Estados Unidos. Tanto que listamos algumas dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar!

⇒ ONDE SE HOSPEDAR EM WASHINGTON e pagar barato
⇒ GUIA DE VIAGEM WASHINGTON: Tudo que você precisa saber!

Não que existe algo complicado sobre uma viagem a DC. Muito pelo contrário, é uma cidade extremamente simpática, organizada e simples de se visitar. Você pode até incluí-la de última hora no seu roteiro sem susto. São apenas algumas curiosidades e dicas de Washington para que você aproveite a cidade ao máximo. Você com certeza sabe que o homem mais poderoso do mundo mora lá, mas nem todo mundo sabe que o diamante mais famoso do planeta também habita na capital americana. E que a cidade tem uma florada anual de cerejeiras quase tão linda quanto a do Japão? E que quase tudo lá é de graça???

Confira essas e outras dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar:

Dicas de Washington – Obelisco em reforma

O Washington Monument, mais conhecido como Obelisco e uma das principais atrações turísticas de Washington, está fechado para reformas até a primavera de 2019. Isso significa que não é possível pegar o elevador interno para subir até o mirante no topo dos seus 169 metros de altura, de onde se tem belas vistas da cidade. Como consolo para quem não quer adiar a viagem por tanto tempo, o monumento de mármore e granito branco já é lindo pelo lado de fora e faz uma bela figura na paisagem da capital norte-americana, especialmente refletido no espelho d’água do Lincoln Memorial.

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Tudo fecha cedo

Como toda cidade administrativa, Washington opera no ritmo do funcionalismo público: quase sempre entre 8h e 17h. Isto se aplica também as atrações turísticas que não são a céu aberto. O melhor, portanto, é se programar para acordar cedo e fazer todos os passeios antes das 17h, deixando a noite para caminhadas, restaurantes ou pontos turísticos que nunca fecham, como os memorias da Segunda Guerra, do Vietnã e do presidente Lincoln.

Para que você possa se programar: O centro de visitantes da Casa Branca encerra suas atividades às 16h; os museu de História Natural e do Ar e Espaço, às 17h30 (última admissão uma hora antes do fechamento); o Capitólio, às 16h30; o Jardim de Esculturas, às 17h; e o Cemitério de Arlington, às 17h (outubro-março) ou 19h (abril-setembro).

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Como se locomover

Washington é uma cidade grande e as distâncias podem ser longas. Mas, se você se hospedar nos arredores do National Mall, não terá nenhum problema quanto a isso. Você poderá percorrer quase todas as atrações da capital a pé e usar o metrô apenas para quando bater o cansaço, se deslocar até o Cemitério de Arlington ou o aeroporto. A tarifa varia conforme a distância a ser percorrida e em qual horário isso será feito. Para facilitar a vida, compre o cartão do metrô (US$ 10) e coloque uma certa quantia em crédito, assim a máquina calcula o preço por você na saída da catraca.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Passeio noturno

Uma das coisas que você não pode deixar de fazer em Washington é um passeio noturno pelo National Mall. Todos os monumentos são belamente iluminados depois que o sol se põe e a região é super segura, sendo que você pode ir e voltar de metrô através da estação Smithsonian. Se não quiser percorrer todo o Mall, concentre-se na parte oeste. O conjunto formado pelo Washington Monument, o Memorial da Segunda Guerra e o Lincoln Memorial é magnífico sob os holofotes. Com destaque para o obelisco iluminado refletido no espelho d’água.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Como ver a Casa Branca

Muita gente volta de Washington com aquelas fotos superlegais da Casa Branca de pertinho e sem nada na frente. O que nem todo mundo conta é que, na verdade, a White House fica bem distante do público e é completamente cercada de grades, por óbvias questões de segurança. Como vê-la da melhor maneira possível então? Há dois ângulos no President’s Park: o sul, que é acessado pela E Street; e o norte, visto desde a Pensylvania Avenue.

O sul é a fachada, a parte mais bonita da Casa com os jardins floridos e uma fonte na frente, mas é também o que fica mais longe do público (na foto). Já o norte é os fundos, digamos assim, mas é possível vê-la muito mais de perto. Em ambos os casos, você vai precisar de uma câmera com bom zoom ou lente de longo alcance (75-300 mm) para fazer fotos através das grades de proteção. Na parte norte, preste atenção ao telhado, onde volte e meia aparecem agentes do serviço secreto que fazem a proteção do edifício mais importante dos Estado Unidos.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Dá para gastar muito pouco

É possível fazer uma viagem para Washington gastando pouco. Na verdade, US$ 50 dólares por dia. Como? Há hostels bons e baratos na cidade, onde uma cama custa US$ 25 (confira aqui nossa sugestão de onde se hospedar em Washington). Compre comida em supermercados e leve para cozinhar no hostel ou para fazer piquenique nos parques e pontos turísticos ao ar livre da capital. E faça a maioria dos passeios a pé, o que não é difícil já que quase todas as atrações de Washington estão concentradas ao redor do National Mall. Além disso, são de graça (saiba mais abaixo)!

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Tudo de graça!

Na capital do país mais poderoso do mundo, praticamente todos os pontos turísticos têm entrada franca. De uma ponta a outra do National Mall, podemos destacar o Capitólio, o Centro de Visitantes da Casa Branca, o Lincoln Memorial (na foto), o Washington Monument – Obelisco, os memorias da Segunda Guerra e da Guerra do Vietnã, o Sculpture Garden e os museus nacionais de História Natural e do Ar & Espaço. Fora do centro, o Cemitério de Arlington também é gratuito.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Pedras são atração

Você pode achar estranho, mas existem pelo menos três pedras que são atração turística em Washington, hehe. Duas delas estão no Museu Nacional de História Natural e a outra no Museu Nacional do Ar e Espaço. O de História é o lar de nada menos do que o diamante mais famoso do mundo, o Hope. Originária da Índia, a pedra azul de 45.52 quilates foi comprada e usada por Luís XIV da França, o mais extravagante de todos os reis.

O museu abriga ainda outra pedra surpreendente: a maior água-marinha do mundo, com 10.363 quilates, que é brasileiríssima e recebeu o nome de Dom Pedro. A terceira pedra trata-se de uma ‘moon rock’, ou pedra da Lua, que está no Ar e Espaço. Trata-se um fragmento tão pequeno que às vezes é preciso pedir informações para encontrá-lo, mas quem nunca sonhou em passar a mão em algo que veio do espaço??? Veja aqui como visitar os dois museus.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Quando viajar (clima)

O clima de Washington é muito semelhante ao de Nova York, com quatro estações distintas e chuvas bem distribuídas ao longo do ano. Por isso, a decisão de quando viajar depende mais de qual tempo você gostaria de encontrar, pois nenhuma época do ano é proibitiva. Quem prefere dias amenos, deve escolher a primavera (março-maio) ou o outono (setembro-novembro), quando as temperaturas médias mínimas e máximas ficam entre 5ºC e 25ºC.

É também no início da primavera – entre meados de março e abril – que ocorre o famoso ‘National Cherry Blossom Festival’, ou Festival das Cerejeiras. São tantas árvores que a cidade fica toda colorida de rosa e branco e a festa já se tornou tão popular entre os turistas quanto a muito mais longínqua florada do Japão. Para saber as datas exatas do festival – que tem até desfile! – em cada ano, consulte o site oficial do evento.

Já quem prefere calor e dias mais longos, deve viajar no verão (junho-agosto), quando os termômetros sobem para entre 20º e 30ºC, podendo ir além. Quem quer ver a capital americana coberta de neve deve escolher o inverno (dezembro-fevereiro), embora as chances não sejam lá muito grandes porque neva apenas oito dias por ano em média. Mas o frio com certeza estará lá, com temperaturas na casa dos -2ºC aos 8ºC. Se o que incomoda você é a chuva, o mês mais seco é fevereiro, e o mais chuvoso, maio.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


Dicas de Washington – Brasileiros precisam de visto prévio

Brasileiros precisam de visto prévio para viagens a turismo aos Estados Unidos. Para obter a permissão de entrada é preciso preencher o formulário online DS-160 em inglês no site da embaixada, pagar a taxa de solicitação (US$ 160), agendar a ida ao Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV) para colher impressões digitais e foto, e ainda marcar a entrevista no consulado ou embaixada para responder aos questionamentos das autoridades americanas e entregar seus documentos.

É um processo longo e trabalhoso, sendo que o questionário tem mais de 200 questões, portanto é recomendável que você peça o visto pelo menos dois meses antes da viagem. As entrevistas só podem ser realizadas em São Paulo, Brasília, Rio e Recife. Além do passaporte válido por pelo menos seis meses, você deve apresentar uma série de documentos que podem ser úteis para a concessão do seu visto, mesmo que não sejam obrigatórios. Entre eles estão passagem de saída dos Estados Unidos, reservas de hotéis e passeios, comprovantes de renda para pagar a viagem e de laços com o Brasil, como Carteira de Trabalho assinada, matrícula em instituição de ensino, escritura de imóveis etc.

Depois da entrevista, o passaporte é devolvido pelos Correios – com ou sem o visto – em dez dias úteis. A permissão de entrada vale por 10 anos e o período de permanência nos Estados Unidos é determinado pela autoridade imigratória no momento da chegada a solo americano, sendo que o mais comum é a autorização de até 90 dias para turismo.

Dicas de Washington que você precisa saber antes de viajar

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve em Washington em outubro de 2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade, para melhorar sua experiência. E, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Saiba Mais