Página inicial OceaniaPolinésia Francesa O que fazer na Polinésia? Visite as incríveis ilhas de Moorea e Bora Bora

O que fazer na Polinésia? Visite as incríveis ilhas de Moorea e Bora Bora

por Escolha Viajar
Hotel Hilton, em Moorea - o que fazer na Polinésia

Se existe um lugar no mundo ao qual a palavra ‘paraíso’ se aplica é a Polinésia Francesa. O território ultramarino da França é formado por cinco arquipélagos que reúnem mais de 115 ilhas em que montanhas vulcânicas cobertas de vegetação luxuriante e plantações de abacaxi encontram piscinas naturais formadas no mar por recifes. O número assusta um pouco, mas não é difícil escolher quais visitar nem o que fazer na Polinésia Francesa. Embora cada vez mais ilhas estejam se popularizando e abrindo acesso ao turismo, existem duas delas que você não pode deixar de visitar: Moorea e Bora Bora.

⇒ ONDE SE HOSPEDAR NA POLINÉSIA: Do luxo ao super barato
⇒ GUIA DE VIAGEM POLINÉSIA: Tudo que você precisa saber!

Nelas, a água de muitos tons de verde é calma, transparente e recheada de peixes coloridos e arraias simpáticas. Tudo a poucos passos de distâncias de bangalôs de luxo, construídos sobre os mares do Pacífic Sul pelas maiores e mais sofisticadas redes de resorts do planeta. O resultado é um lugar tão lindo que atrai casais do mundo todo para ter sua cerimônia de casamento celebrada junto a esse cenário. Ao pôr do sol, com os pés na areia e o vento soprando os cabelos… Mas se você não está preparado para um enlace, não se preocupe: há muito mais para ver e o que fazer na Polinésia!

Todos os voos que chegam ao país desembarcam na capital, Papeete, que fica na ilha principal, Tahiti. De lá, você pega pegar um voo regional até Bora Bora ou um táxi até o porto, de onde saem os ferrys que fazem a viagem de 45 minutos até Moorea pelo menos quatro vezes ao dia. A ordem dos fatores não altera o produto, já que há voos regionais ligando os minúsculos aeroportos das duas ilhas. Então, você pode fazer ‘uni-duni-tê’ para escolher qual quer visitar primeiro. Confira na galeria o que fazer em cada uma delas:

O que fazer na Polinésia – Ilha de Moorea

Quando desembarcar no píer ou aeroporto de Moorea, você pode pegar um dos caríssimos táxis polinésios ou combinar previamente o transfer com seu hotel. Menos badalada e mais econômica do que Bora Bora, este é o lugar onde investir na hospedagem em um resort cinco estrelas e descobrir o que fazer na Polinésia de melhor: absolutamente nada!

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

Quase todas as grandes redes têm unidades na ilha, cada um com suas praias e áreas de banho particulares. Para escolher a sua, dê uma boa pesquisada em sites de hospedagem – como o ‘Booking’ – e procure fotos para ver como é a paisagem ao redor (confira a sugestão de hospedagem do Escolha Viajar). Não há nada melhor o que fazer na Polinésia do que admirar sua beleza infinita e encontrar o hotel certo é fundamental para isso.

Hotel Hilton, em Moorea - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

E a grande pedida para quem visita Moorea e a Polinésia em geral é essa mesmo: escolher um bom resort e se internar nele por pelo menos cinco dias. Se puder, pague um pouco mais e peça um bangalô sobre as águas porque vale cada centavo. Você terá um deck particular sobre uma piscina natural onde poderá nadar e fazer snorkel com peixinhos coloridos todos os dias, na hora que quiser, ou apenas ficar atirado ao sol observando a cor inacreditável que tem aquele mar enquanto beberica uma taça de vinho branco gelado. Só não espere pagar menos de US$ 600 em uma diária…

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!

Se você, enfim, se cansar de não ter o que fazer na Polinésia, o que é bastante duvidoso em um lugar como esse, ou não tiver orçamento para ficar em um bangalô ‘overwater’, pode ir à praia particular do hotel, alugar um caiaque ou praticar stand up paddle. No fim da tarde, escolha um dos bares do resort para uma ‘happy hour’ com drinques de rum – especialidade local – ou a refrescante cerveja polinésia, a Hinano. À noite, shows de música e dança típicas costumam animar os jantares nos restaurantes temáticos. Se quiser, pode optar por chamar um táxi e comer fora do hotel.

Hotel Hilton, em Moorea - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Além disso, você pode reservar passeios para percorrer a ilha por terra ou mar. Há tours a cavalo ou de 4X4 que visitam o vilarejo local, as plantações de abacaxi e sobem as montanhas, se onde se tem uma vista espetacular de Moorea e arredores. Na água, as opções são velejar ao pôr do sol ou fazer o passeio de barco para nadar com as arraias cinza e tubalhões galha-preta. O barco sai do píer particular de cada hotel e vai até um banco de areia, de onde se tem uma bela visão da ilha com suas montanhas ao fundo.

Ali, o guia chama as arraias com comida e as alimenta na boca. Acostumadas com a refeição, elas já estão lá à espera todos os dias, e chegam a ser mais de 10. Os bichinhos sobem nos guias e batem nele com as nadadeiras para pedir mais! Você pode nadar tranquilamente no meio delas, alimentá-las e fazer carinho na cabeça. Já nos tubarões, embora sejam comedores apenas de peixinhos e crustáceos, é bom não tocar.

Snorkel em Moorea - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar


O que fazer na Polinésia – Ilha de Bora Bora

Bora Bora é um lugar que vai deixar você boquiaberto logo de cara. Isso porque o aeroporto fica em uma ilhota – ou ‘motu’ – cercada pelo mar mais verde e brilhante que você já sonhou em conhecer. Se você for se hospedar em um resort, será pego por um barco particular diretamente no desembarque. Se for ficar na capital, Vaitape, ou outras localizações da ilha principal, terá que pegar o ferry que faz o curto trajeto até o píer e que é gratuito. Um vez em terra firme, você pode tomar um táxi ou combinar previamente um transfer com seu hotel.

Depois de instalado, siga o mesmo cotidiano exaustivo de Moorea: nade nas águas límpidas, faça snorkel com os peixinhos coloridos, se bronzeie ou apenas se estenda na espreguiçadeira para admirar a paisagem. Mas, enquanto Moorea é composta apenas de uma porção de terra, Bora Bora é uma ilha central cercada de recifes e ilhotas que formam uma lagoa natural de água salgada. Isso dá ao turista algumas opções a mais de atividades, caso realmente queira sair do hotel.

Hotel Temanuata, em Bora Bora - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Bora Bora possui uma praia pública que você não pode deixar de conhecer, pois é considerada uma das mais lindas do mundo. Ela se chama Matira Beach (na foto abaixo) e, por ser pública, é de acesso livre para qualquer turista ou morador da ilha, esteja hospedado no St. Regis ou na pousada da esquina. Se você não for ficar em um grande resort, é nessa região que deve procurar uma acomodação. Há vários hotéis e pousadas a menos de 10 minutos de caminhada de Matira que custam um terço do preço do mais barato dos cinco estrelas de Bora Bora (confira a sugestão de hospedagem do Escolha Viajar).

Você pode passar o dia em Matira, pois há lancherias pé de areia e nos arredores, além de alguns resturantes. Se preferir fazer um piquenique para não ter que sair da areia, há um minimercado nas proximidades também, a cerca de 20 minutos de caminhada. Não há aluguel de espreguiçadeiras, mas algumas árvores fornecem sombra mais que suficiente. No fim da tarde, não perca o espetáculo do astro-rei dando seu mergulho final nas águas do Pacífico Sul.

Praia de Matira, em Bora Bora - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Outro passeio muito popular entre os turistas que vão a Bora Bora é a volta de barco ao redor da ilha. Você pode reservar em qualquer hotel, pois dezenas de barcos de diferentes empresas operam o tour todos os dias, faça chuva (e põe chuva nisso!) ou faça sol. Mas prepare o bolso, porque o preço é salgado: nada menos do que US$ 100 por pessoa. Doeu no bolso, não é? Mas não há o que fazer na Polinésia que não seja caro e, pelo menos, a cerveja é liberada.

No passeio, você vai conhecer o Jardin du Corail, ou Jardim do Coral em francês, um pequeno recife localizado entre a ilha principal e o Motu Piti Aau, próximo da costa onde fica Matira. Ali, vai nadar com milhares de peixes de todas as cores e ver corais e flora marinha de todas as formas imagináveis. Depois, é hora de nadar com as arraias, tão simpáticas aqui quanto em Moorea. A terceira parada é em águas mais profundas, para nadar com os tubarões galha-preta.

Tour em Bora Bora - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

O que muda com relação ao passeio da outra ilha é que em Bora Bora você pode ver também tubarões-limão, que atingem até três metros, nadando vagarosamente lá no fundo… Finalmente, hora do almoço, que é composto por pratos típicos e servido em um motu. A última parada é um local de snorkel do outro lado da ilha, de onde se volta para o ponto inicial e completa a volta em Bora Bora.

Falando no Jardin du Corail, você pode voltar lá sempre que quiser, se estiver hospedado nas proximidades de Matira Beach. Ele está localizado a cerca de 20 minutos de ditância de caiaque, que a maioria dos hotéis e pousadas têm para alugar aos hóspedes. Basta deixá-lo na ilhota que fica ao lado do recife e fazer seu snorkel sem hora para voltar.

Jardin du Corail, em Bora Bora - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

Existe também a possibilidade a pegar um táxi boat até o Motu Piti Aau (na foto abaixo), o maior de Bora Bora e onde estão localizados alguns dos resorts da ilha. Existe uma parte dele que é de livre acesso e onde vive uma senhora que oferece sombra, espreguiçadeiras e uma geladeira aos visitantes, para que possam levar comida e bebida para passar o dia por lá. A praia é deserta, e não há sinal de vida além da casa da anfitriã.

Além de tudo isso, também estão disponíveis os mesmos passeios a cavalo ou de 4X4 ao interior da ilha de Moorea. Do alto das montanhas, é possível ter uma vista indescritível da paisagem. E chega não é? Se houver mais o que fazer na Polinésia, você não terá tempo para o principal: admirar o paraíso na Terra.

Motu Piti Aau, em Bora Bora - O que fazer na Polinésia

Foto: Ticiana Giehl e Marquinhos Pereira/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve na Polinésia em novembro de 2014 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

2 comentários

Jessione 1 de novembro de 2017 - 19:58

Esse passeio de 100 dólares ao redor da ilha inclui os corais, raias e tubarões?

Responder
Escolha Viajar 5 de novembro de 2017 - 09:07

Olá, Jessione!
Sim, esse era o preço total do passeio em 2014.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder