Página inicial OceaniaAustrália O que fazer na Austrália: 10 atrações que você não pode perder

O que fazer na Austrália: 10 atrações que você não pode perder

por Escolha Viajar
Lago Lago McKenzie, em Fraser Island, se destaca pelas águas muito azuis e cristalinas

Assim como o Brasil, a Austrália é um país de proporções continentais, grandes distâncias e deslocamentos caros. É fácil passar um ou dois meses viajando por lá sem parar de descobrir novas atrações e novos destinos. Mas nem todo mundo tem esse tempo todo para zanzar pela terra dos cangurus, muito menos orçamento. Como escolher então o que fazer na Austrália ao programar uma viagem para lá? Não se preocupe, nós listamos 10 atrações top para você!

⇒ ONDE SE HOSPEDAR NA AUSTRÁLIA gastando pouco
⇒ GUIA DE VIAGEM AUSTRÁLIA: Tudo que você precisa saber!

Para conhecer a região do deserto de Victoria, por exemplo, você precisa de pelo menos quatro dias. E para cruzar o país até a costa oeste, onde está Perth, você vai gastar US$ 160 em uma passagem de avião. Por isso, a maioria dos turistas se concentra na costa leste, região onde estão as maiores cidades do país, Sydney e Melbourne, e que pode ser percorrida com tranquilidade por quem tem apenas entre 15 e 20 dias de férias.

É claro que há pontos turísticos incríveis fora dessa rota, mas as principais atrações da Austrália estão mesmo no lado banhado pela Oceano Pacífico, entre Cairns, no norte; e Melbourne, ao sul. Nesse trajeto, é possível conhecer uma mistura incrível de natureza exuberante e urbanismo de primeiro mundo. Uma viagem assim só é possível lá e no país vizinho, a Nova Zelândia. Aproveite e confira aqui nossa sugestão de roteiro pela Austrália!

Que tal abraçar, tirar fotos e até mesmo passar um dia como tratador de coalas e cangurus? Mergulhar na ‘Great Barrier Reef’, ou Grande Barreira de Corais, a maior do mundo e melhor lugar para mergulhar ou fazer snorkel no planeta? E que tal conhecer uma ilha feita apenas de areia? Relaxar em praias estonteantes? Escalar uma ponte? Curtir a maior festa de Ano Novo do mundo? Confira 10 atrações da Austrália que você não pode perder:

SEGURO VIAGEM com 5% de desconto
O Seguro Viagem é OBRIGATÓRIO para a maioria dos países da Europa e protege sua saúde no exterior. Faça aqui sua cotação para encontrar o seguro que você precisa. Use o código promocional: ESCOLHAVIAJAR5!

O que fazer na Austrália 1 – Grande Barreira de Corais

Mesmo que você não seja adepto do mergulho de cilindro, não deixe de fazer pelo menos snorkel na Grande Barreira de Corais. As águas mornas são habitadas por nada menos que 1.500 espécies de peixes de todas as cores e formatos, que ficam nadando devagarinho em meio aos corais para o deleite da sua câmera. Quem mergulha com cilindro ainda tem chance de avistar polvos, tartarugas e tubarões, de dia ou à noite.

A cidade base para fazer os passeios é Cairns, no nordeste da Austrália e a 2h30 de voo de Sydney. As opções de barcos e tours são infinitas, e você pode contratar o seu no hotel ou nas agências da cidade. Aproveite e confira aqui nossa sugestão de hospedagem econômica em Cairns! Se tiver uma folga no orçamento, faça um ‘sleeping on board’, passeio em que você fica na embarcação por no mínimo uma noite, com todas as refeições e snorkel inclusos (cilindros têm custo extra).

Viaje para o exterior com internet no celular
Chegue ao seu destino com o celular funcionando! A EasySim4u oferece plano de dados em países do mundo todo para que você fique conectado à internet o tempo todo. Faça simulação de preços e compre aqui!
Peixe nada na Grande Barreira de Corais, uma das atrações da Austrália

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 2 – Coalas e cangurus

Sim, eles são tão fofos ao vivo quanto nas fotos! Vários zoos da Austrália permitem o contato entre humanos e animais nativos, mas isso depende da legislação de cada Estado. No Taronga Zoo, em Sydney, você só pode tirar fotos ao lado ou perto dos bichos, sem tocá-los. O encontro custa US$ 20 para até quatro pessoas (saiba mais aqui). No pequeno Rainsforestation, em Kuranda, é possível registrar um abraço em um filhote de coala por US$ 14.

O encontro dura menos de cinco minutos, mas é uma experiência que vale a pena (saiba mais aqui)! Já no famoso Lone Pine Koala Sanctuary, em Brisbane, você pode até mesmo passar o dia como tratador dos animais (saiba mais aqui). O contato com cangurus é ainda mais fácil, já que eles não são animais tão sensíveis quanto os dorminhocos coalas. No Rainsforestation, eles ficam soltos pelo zoo, e você pode até comprar um pacote de ração para alimentá-los na boca.

Casal tira foto com coala no colo no parque Rainforestation

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 3 – Whitehaven Beach

Esta é, sem dúvida alguma, uma das praias mais lindas do mundo! É em Whitehaven que está localizada a enseada de Hill Inlet, onde a areia branca emerge em meio às águas do mar quando a maré baixa e que é o lugar mais fotografado da Austrália. Whitehaven fica em Whitsunday Island. Para chegar a ela, você pode pegar um ônibus desde Cairns até Airlie Beach ou ainda um voo desde Sydney até o aeroporto de Proserpine, fazendo então o transfer para Airlie.

É desta praia que saem os passeios de barco para Whitehaven. Aproveite e confira aqui nossa sugestão de hospedagem econômica em Airlie! A maioria dos tours passa apenas uma hora em Whitehaven, combinando o roteiro com outras ilhas da região. É pouquíssimo tempo para desfrutar da beleza de todos os seus sete quilômetros de areias cor de talco e mar azul fluorescente. Por isso, recomendamos que você contrate outro tipo de passeio.

Para passar mais tempo em Whitehaven, o melhor custo-benefício é fazer o ‘full day’ tour da empresa Cruise Whitsundays (mais informações aqui). Ou, se estiver com folga no orçamento, contratar um hidroavião para sobrevoar a praia e depois pousar nela para beber uma champanhe (mais aqui). Você pode ainda pedir permissão ao governo australiano para acampar na reserva natural de Whitehaven (saiba mais aqui). Leia tudo sobre como visitar a praia aqui!

Areia branca de sílica encontra o mar muito azul em Whitehaven Beach

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 4 – Fraser Island

Visitar esta que é a maior ilha de areia do mundo é uma experiência surreal. Para chegar até ela você pode pegar um ônibus desde Airlie Beach – mas a viagem é bem longa – ou um voo de Proserpine até Brisbane, de onde são necessárias mais 5 horas de estrada para chegar a Rainbow Beach. É desta praia que partem os ferrys e tours por Fraser Island. Você pode alugar um carro para ir por conta própria, mas é preciso que seja um veículo 4×4 (faça sua cotação aqui!)

Existem passeios que vão e voltam no mesmo dia, mas recomendamos o de dois dias, passando uma noite na ilha. Só assim você conseguirá aproveitar 100% dos cenários tão variados de Fraser. O tour de dois dias inclui mergulho no incrivelmente azul Lago McKenzie, caminhada pelas gigantescas dunas de areia que escondem o Lago Wabby, a Seven Miles Beach e seu mar indômito recheado de tubarões e arraias, a vista dos rochedos de Indian Head, tomar banho nas Champagne Pools etc.

Lago Lago McKenzie, em Fraser Island, se destaca pelas águas muito azuis e cristalinas

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 5 – Byron Bay

Este antigo refúgio hippie se tornou uma praia muito popular entre os praticantes de surfe. Byron Bay fica próximo da famosa Gold Coast, e suas ondas atraem australianos de todas as partes do país. Mas se você não tem uma boa relação com as ondas, pode passar um preguiçoso dia na praia apenas observando a beleza do lugar (confira nossa sugestão de hospedagem econômica aqui!). Ela está localizada em uma reserva natural, o que garante um visual estonteante.

O mar é azul intenso, as areais brancas, as encostas são cobertas de vegetação muito verde e o pôr do sol visto desde ‘The Pass’ – o trecho da praia que fica depois das pedras – é matador. Para complementar o cenário, um farol coroa a baía e fazer a caminhada até ele é garantia de vistas lindas. Você pode chegar a Byron Bay pegando um ônibus desde Rainbow Beach ou um voo de Sydney até o aeroporto de Coolongata, de onde algumas empresas fazem o transfer de uma hora para a cidade.

Caminhada para o farol de Byron Bay descortina belas vistas do mar

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 6 – Great Ocean Road

Este é o nome da famosa rodovia beira-mar localizada próxima a Melbourne, no sul da costa leste da Austrália. Um voo desde Sydney deixa você na cidade mais europeia do país em apenas 1h35. Aproveite e confira aqui nossa sugestão de hospedagem econômica em Melbourne. Para fazer o passeio, em um ou dois dias, o ideal é alugar um carro e cair na estrada por conta própria (faça sua cotação aqui!). Mas, para isso, você vai precisar encarar dirigir na mão inglesa – pela esquerda.

A opção é contratar um tour que sai cedinho de Melbourne e volta no início da noite, ou um tour que sai no meio da manhã e fica na Great Ocean até a hora do pôr do sol, voltando apenas tarde da noite. O custo é de cerca de US$ 80. Os roteiros variam um pouco de empresa para empresa, mas a maioria visita as famosas praias de Bells Beach e Apollo’s Bay, os coalas na beira da estrada, as formações rochosas de Loch Ard Gorge e dos Twelve Apostles, um dos cartões-postais do país.

Formação rochosa dos Twelve Apostles é um dos cartões-postais da Austrália

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 7 – Opera House

Nenhuma viagem pela Austrália seria completa sem a cosmopolita Sydney. É na maior cidade do país que estão localizados alguns dos pontos turísticos mais famosos da Austrália, entre eles a Opera House. O prédio foi um marco de ousadia na história moderna da arquitetura e, desde 1973, reina sobre a baía de Sydney com seus cinco teatros e cúpulas em forma de concha. Visitá-la por dentro é um tanto sem graça: os melhores ângulos do prédio estão mesmo é pelo lado de fora!

Mas quem quiser o passeio pode consultar mais informações aqui. Alguns dos locais ideias para fotografar a Opera House são a Harbour Bridge, o Jardim Botânico e do ferry que cruza a baía em direção a Manly. E não deixe de dar um pulinho até a baía à noite, para beber uma taça de vinho branco no popular bar da Opera e ver o icônico prédio todo iluminado sob as estrelas. Aproveite e confira aqui nossa sugestão de hospedagem econômica em Sydney!

Opera House, em Sydney, é um marco arquitetônico da Austrália com suas cúpulas brancas

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 8 – Escalar a Harbour Bridge

Escalar a Harbour Bridge é um passeio caro, mas que vale cada centavo e vai proporcionar a você uma visão única de Sydney. A empresa que opera este tour é a Bridge Climb, com preços que vão de US$ 117 a US$ 261 dependendo da duração e hora do dia. É recomendável marcar com antecedência, pois os grupos são pequenos. O melhor horário para fazer a escalada é no fim da tarde, assim você verá a cidade iluminada pelo pôr do sol e pelas luzes de neon depois do entardecer.

É preciso vestir uma roupa especial, onde fica preso um gancho de segurança, passar no teste no bafômetro e deixar suas câmeras no locker (a empresa faz fotos para quem quiser comprar). Cada grupo é acompanhado por um instrutor, que fala com você através de um rádio. Durante todo o caminho, você terá vistas de tirar o fôlego da baía de Sydney e da Opera House do alto dos 134 metros da ponte. Para mais informações e reservas, acesse o site da empresa.

Turista posa para foto no topo da Harbour Bridge, em Sydney

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 9 – Caminhada entre Coogee e Bondi

Esta é uma das coisas mais legais e baratas que você poderá fazer em Sydney: caminhar desde a praia de Coogee até a vizinha praia de Bondi. Nossa sugestão é começar em Coogee Beach, uma praia lindíssima localizada no subúrbio da cidade (basta pegar um ônibus urbano para chegar até lá). Depois de passar um tempinho curtindo a areia fofa e o mar muito azul, você pode subir pelas pedras na esquerda da praia, onde começa o caminho asfaltado até Bondi Beach.

Seis quilômetros separam as duas praias mais famosas da cidade, e, ao longo deles, você tem belas vistas de cima dos rochedos e acesso a faixas de areia menos populares, como Bronte Beach e Tamarama. A caminhada termina na ‘rock pool’, ou piscina de pedra, de Bondi. É algo comum na Austrália para que se possa tomar banho a salvo de tubarões, arraias e águas-vivas. Quando chegar e avistar Bondi lá do alto, você vai entender porque ela é uma das praias mais lindas do país!

A praia de Coogee, em Sydney, é uma das mais lindas da Austrália

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar


O que fazer na Austrália 10 – Ano Novo de Sydney

Mais uma experiência que vai abrir um bom rombo no seu orçamento de viagem, mas que ficará gravada na memória para sempre. A cidade realiza uma das maiores festas para receber o ano que começa de todo o mundo, com direito a desfile de barcos iluminados e duas queimas de fogos sobre a baía de Sydney, sendo que a da meia-noite dura 10 minutos! Mais de um milhão de visitantes de todas as partes do planeta viajam para o país para assistir ao espetáculo.

Com isso, muitos hotéis estabelecem uma estadia mínima de cinco noites no período das festas de fim de ano, além de cobrarem diárias muito mais caras do que no resto do ano. Especialmente se você optar por uma hospedagem com vista para a baía de Sydney. O Escolha Viajar viveu essa incrível experiência no Sydney Harbour YHA e recomenda. Clique aqui para conhecer e fazer sua reserva, mas é bom fazer isso com MUITA antecedência se quiser garantir o seu lugar.

Além do Sydney Harbour YHA, você pode optar por passar a virada nas festas promovidas por quase todos os bares, restaurantes e hotéis com vista para a baía de Sydney. Outra opção são as festas nos barcos que percorrem a baía durante o Reveillón. Todas essas alternativas custam caro e precisam de reserva. A única gratuita é ir para os parques e jardins da cidade, como a grande maioria da população local. Leia aqui tudo sobre como passar o Ano Novo em Sydney!

Queima de fogos celebra o Ano Novo sobre a baía de Sydney

Foto: Ticiana Giehl/Escolha Viajar

*** O Escolha Viajar esteve na Austrália em março de 2012 e dezembro/janeiro de 2014/2015 ***

Posts relacionados

Deixe um comentário

2 comentários

Teresa C C S Farrajota 15 de janeiro de 2018 - 19:26

Retirei várias páginas, parece-me que têm dicas muito interessantes. Numa linguagem, clara, detalhada mas ao mesmo tempo
consisa.
Fiquei cheia de inveja das vossas viagens.

Um obrigada de uma Portuguesa que vai viajar para Australia

Responder
Escolha Viajar 17 de janeiro de 2018 - 16:18

Olá, Teresa!
Ficamos muito felizes em ajudar na sua viagem.
Um abraço,
Tici&Marquinhos

Responder